Blog

Fotografia: o primeiro ano do bebê mês a mês

CLICK-DE-MAE-POR-ALINE-INAGAKI-CABECARIO

O primeiro ano do bebê é longo e intenso. São tantas mudanças grandes e rápidas e nós ficamos tão ecantadas com isso tudo, que achei super importante registrar mês a mês o crescimento do JF, de um jeitinho bem simples.

Para isso, escolhi um local do quarto dele em que pudesse apoiá-lo com conforto e segurança e que continuasse assim, à medida em que ele fosse crescendo e ficando mais ativo. Acabei escolhendo a cama, mas poderia ter sido a poltrona de amamentação ou próprio berço também.

Para evidenciar o crescimento, escolhi um objeto de referência e um “look” que pudesse ser repetido todos os meses. Como referência, escolhi um ursinho que ele ganhou da tia Lu, que também é madrinha dele. Além de fofo, ele tinha um tamanho legal e o ano em que o JF nasceu bordado no pezinho, o que, na minha opinião, só acrescentava charme à ideia toda.

Como look, pensei no body branquinho que, além de fofo, com certeza eu poderia repetir todos os meses… Fiz uma com e uma sem o body, só de fralda, e acabei ficando com a segunda opção, pensando em todas as dobrinhas gostosas que eu ia gostar de lembrar para sempre que tinha.

Na época, eu não encontrei para comprar aqui no Brasil, mas hoje existem uns kits de bodies fofíssimos, próprios para fazer isso, com os meses marcadinho na barriga do bebê. Acho uma fofura, e estou louca para fotografar um bebê com eles!

Na primeira foto eu me atrapalhei, ainda estava meio desajeitada e ele era tão pequenininho…

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-1

…Mas não desisti e os 4 meses seguintes foram fáceis!

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-2

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-3

A partir do sexto… Só com ajuda! Ele não parava mais quietinho, queria sair da posição…

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-4

No oitavo mês, só queria ficar em pé (sentar para quê?)! No nono mês, não sei por que, ficou com medo do urso! Só chorava…

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-5

nos três últimos, ele já andava e aí ficou difícil mesmo! A cada mês, era mais tempo e mais fotos!

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-6

Valeu a pena! Não continuei nos meses seguintes, mas hoje confesso que me arrependo um pouquinho. Continuei fazendo fotos anuais, seguindo o mesmo padrão. Não sei por até quantos anos ele vai topar, espero que por muitos! :)

cz-aline-inagaki-click-mae-agosto-7

Aline Inagaki é mãe do João Felipe e fotógrafa com foco no registro de famílias, gestantes e crianças. Aqui, ela divide seus conhecimentos técnicos e dá dicas de como fazer os melhores clicks no dia a dia com as crianças.

Dicas para evitar dores nas costas durante a gestação

Como o corpo de uma grávida passa por muitas mudanças para que esteja totalmente preparado para o parto e, posteriormente, para a amamentação, um dos incômodos físicos mais comuns durante a gestação são as dores nas costas. “A lombar é a região da coluna que mais sofre alterações e, consequentemente, a maior queixa de dor das gestantes. Com o crescimento da barriga, o eixo gravitacional se desloca e a coluna precisa mudar sua curva para ajustar a postura, conta a fisioterapeuta especialista em ortopedia, RPG e acupuntura Thays Carvalho Simões.

E para ajudar as futuras mamães, Thays reuniu dicas valiosas para este período. “A atividade física, caso seja mantida, deve ser readaptada, sempre com a orientação de médicos e profissionais, visando seu melhor aproveitamento e maximizando seu efeito diante de cada alteração. Esses cuidados farão com que essa fase seja vivenciada com prazer.”

babies-dores-nas-costas-gravidez-1

Orientações gerais:

– Evite ficar muito tempo na mesma posição;
– Se trabalhar sentada o dia todo, levante e faça caminhadas curtas a cada uma hora;
– Evite carregar peso, pois a coluna não está na sua posição fisiológica ideal, e qualquer sobrecarga pode causar distensão muscular, pinçamentos nos nervos e dores;
– Faça alongamentos pela manhã e antes de dormir;
– Na hora de dormir: deite de lado, com os joelhos flexionados e com um travesseiro entre eles, isso pode aliviar as dores. Para quem prefere dormir de barriga para cima, aposte em um apoio embaixo dos joelhos, que manterá a lombar reta e os músculos relaxados.

Orientações por fase da gestação:

1º Trimestre | 1ª a 12ª semana: “É no primeiro trimestre, em geral, que aparecem o enjoo, cansaço e sonolência, mas se movimentar e se alongar já se faz necessário para fortalecer e evitar incômodos futuros. Caminhadas leves, sem muito impacto, e alongamentos são os mais indicados.

2º Trimestre | 13ª a 28º semana: “Com o aumento do volume de sangue circulante e do inchaço, é nesta fase que as dores na coluna podem começar. A drenagem linfática pode ser iniciada e tende a ajudar bastante. Para aliviar os primeiros sintomas da mudança de eixo e evitar a piora do quadro, um trabalho postural nessa fase é muito importante. RPG (Reeducação Postural Global), pilates e yoga irão manter os músculos alongados e firmes, facilitando esse ajuste que a coluna precisará.”

3º Trimestre | 29ª semana em diante: “Com o peso da barriga aumentando os músculos da coluna se esforçarão para mantê-la alinhada, e para isso, as dores musculares e até compressão dos nervos acontecem, causando sintomas como ciatalgias (dores irradiadas para as pernas). Nessa fase, massagens e manobras de relaxamento são bem-vindas. A hidroginástica também é muito boa, pois não tem impactos para as articulações, mantem a força muscular e ainda lhe dá os benefícios da imersão aquática – melhora a retenção dos líquidos, diminuindo assim os inchaços tão indesejados-. E para diminuir as dores mais forte, a acupuntura tem apresentado resultados excelentes.

babies-dores-nas-costas-gravidez-2

Chá de bebê com ovelhinhas para menino

Fabiana Moura trouxe o melhor dos campos de ovelhas para o chá de bebê do Lucas. Em tons de verde e branco, a festa foi toda montada com miniaturas de biscuit e pasta americana, e pelúcias de diversos tamanhos do animal.

A decoração ganhou objetos rústicos, como caixotes de madeira, bolas que lembram os fenos e vasinhos de barro vermelho. O marrom também se fez presente em alguns detalhes da comida, como as forminhas dos doces e nos brigadeiros.

A mesa de doces estava caprichada. Entre as delícias preparadas pela Sweet Carolina: cupcake, cake pop, maçã do amor, brownie no palito, pirulitos de cookie e um bolo de três andares. Como lembrancinha, pequenos potinhos personalizados de brigadeiro de colher.

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-1

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-3

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-2

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-8

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-9

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-7

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-6

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-5

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-4

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-11

cz-babies-cha-de-bebe-fabiana-moura-ovelhinhas-10
Fotos e decoração: Fabiana Moura | Doces: Sweet Carolina | Brigadeiros: Leila Sarout | Peças de decoração: Ella Arts e acervo pessoal Fabiana Moura | Comidinhas: La Galette