Casamentos Casa & Decor 15 anos

Navegue como ou

Agosto Dourado: Será que meu leite é fraco?

Depois de reunir as 20 vantagens da amamentação para bebês e mães, muitas nos escreveram questionando sobre a possibilidade do leite ser fraco para o filho. Por isso, a médica pediatra dra. Gabriela Ochoa volta ao site para esclarecer esta dúvida comum entre as mães:

  1. NÃO existe leite fraco!!! Todo leite materno é bom e tem propriedades suficientes para alimentar e proteger o bebê.
  2. O intervalo entre as mamadas, mais curto no início, faz com que muitas mães interpretem como “leite fraco” e que o bebê está “passando fome”. Por insegurança, acabam introduzindo outros tipos de leite. O fato é que os intervalos curtos são totalmente normais já que o estômago do bebê é bem pequeno, impossibilitando que ele fique saciado por um período longo, fazendo-se necessárias as várias mamadas por dia.
  3. A mãe precisa acreditar na sua capacidade de amamentar e no seu leite. Deve-se manter tranquila e deixar que o bebê mame livremente, pois com o passar do tempo esses intervalos vão se alongando.
  4. As comparações e os palpites de que o leite não está sustentando só atrapalham e deixam as mamães mais ansiosas. Não dê ouvidos, converse com um profissional.
  5. Lembrando que quanto mais o bebê sugar, mais as glândulas mamarias irão produzir leite. É o ato da sucção que estimula e mantém a produção de leite.
  6. A mama não é “estoque” e sim “fábrica” de leite. O leite vai sendo produzido à medida que o bebê está mamando. Logo que o bebê nasce, as mamas podem ficar bem cheias pois o organismo ainda está se adequando à produção necessária. Então, não se desespere se no início suas mamas ficavam inchadas e com o passar do tempo não ficarem mais. Observe se o ganho de peso está adequado e quantas fraldas de xixi são trocadas por dia, são os parâmetros mais importantes e que devem ser levados em consideração.

(Foto: Reprodução)

Veja também: Amamentação em público: lei prevê multa de r$ 500 para quem proibir

E mais: Translactação: uma alternativa para as mães com dificuldades para amamentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *