Casamentos Casa & Decor 15 anos

Saúde

Exibindo página 5 de 1150

Navegue como ou

O novo menu infantil delicioso do Zest Kids

Sob o comando do Chef Juliano Cordeiro e de Daniela Kishimoto, o Zest Kids surgiu com a proposta de servir as comidinhas preferidas das crianças de uma maneira saudável e divertida. Agora, o buffet está lançando novidades deliciosas, para deixar até os adultos com água na boca! Um dos destaques é a estação batizada de "Ice Cream Sandwich Station" - onde as crianças montam seus próprios sanduíches de cookies com sorvete e seus acompanhamentos. Tem também um novo sabor de mini burguer, shake de ovomaltine, micro dogs e caixinhas de edamame com flor de sal. O editorial de apresentação ficou uma graça: Fotos: Rogerio Voltan /...
Leia mais

Teste da Linguinha é obrigatório na maternidade

Desde o fim de 2014, um novo teste chegou às maternidades para dividir as atenções com o já consagrado Teste do Pezinho. Com o nome de Teste da Linguinha, a ideia do diagnístico é conferir se o bebê tem língua presa. É comum algumas mães acharem que o bebê não gosta do seu leite ou que o seu "leite é fraco" (coisa que não existe!) quando, na verdade, o que ocorre é uma dificuldade do bebê na sucção! Além da dificuldade na amamentação e, muitas vezes, o desmame precoce, futuramente a língua presa afeta a mastigação e a fala da criança. Desde o início de 2015, o exame é obrigatório, ou seja, não deixem passar. Para ajudar as futuras mamães, fizemos um guia básico de entendimento. Espero que gostem, afinal, com a saúde dos pequenos não se pode brincar! (Foto: Divulgação/ABRAMO) O que é? O Teste da Linguinha nada mais é que a observação do frênulo (membrana que fica abaixo da língua, que “segura” a mesma ao maxilar) por um especialista/fonoaudiólogo durante as primeiras amamentações. Não dói nada, podem ficar tranquilas. O protocolo do exame é composto pela avaliação anatomofuncional e pela avaliação da sucção não-nutritiva e nutritiva Quando deve ser feito? Na triagem neonatal (nas primeiras 48 horas de vida do bebê), é realizada apenas a avaliação anatomofuncional, que detecta os casos mais sérios de língua presa. Para estes, é possível que o médico indique a micro-cirurgia ainda na maternidade. Nos casos em que há dúvida, o bebê deve ser encaminhado para um reteste com 30 dias de vida....
Leia mais

A alimentação do Otávio e do Miguel

Oi, mamães! Hoje vim contar para vocês sobre a alimentação do Miguel e do Otávio. Muitas pessoas têm me perguntado no Instagram (@mariarudgealbuquerque) como preparo o pratinho dos meninos e o que eles comem, por isso, vim contar para vocês! Quando eles estavam com 7 meses, eu comecei a acrescentar um suco e uma fruta, tudo bem amassadinho, para eles irem se acostumando... Com 8 meses, quando começaram a estimular a mastigação, introduzi alimentos um pouco mais sólidos, como sopas, que no início eram bem líquidas e com o tempo foram ficando pastosas, sempre incluindo verduras e legumes. Eles nunca me deram problema para comer, o Otávio foi mais fácil que o Miguel, mas lógico que cada um tem o dia de não querer muito ou querer comer mais, até nós somos assim. O pediatra disse que é normal e que é importante respeitar o tempo do bebê, não forçar. A gente insiste um pouquinho, porque as vezes eles estão com preguiça, mas não forçamos. Eu procuro fazer pratos bem saudáveis e coloridos para incentivar eles, mas sempre respeitando o limite de cada um. Com o tempo, nós começamos a sentir o que eles gostam mais ou menos. ( O Otávio é louco por strogonoff! ) | Foto: Instagram @mariarudgealbuquerque Os meninos costumam comer arroz, feijão e uma carne ou frango. Uma vez por semana, eu faço peixe e duas vezes por semana, ovo. E sempre tem alguma verdura ou legume também: cenoura, brócolis, espinafre etc. De sobremesa, uma frutinha. Mas deixo eles comerem doce de vez em quando também, geralmente,...
Leia mais

Alimentos inteligentes para melhorar o desempenho escolar do seu filho

O ano escolar começou de verdade e as provas já estão chegando. Decorar texto, a tabuada, fórmulas matemáticas e datas históricas parecem tarefas difíceis quando a criança, por uma alimentação deficiente e o cansaço do dia a dia, pode apresentar um déficit de memória prejudicando dessa forma seu rendimento escolar. Os alimentos indispensáveis para que o cérebro do seu filho fique mais ativo e que memorize melhor as matérias são alimentos que possuem ômega 3, que é o principal componente das células nervosas e que facilita a comunicação entre as células nervosas (neurônios), melhorando dessa forma a memória. Além desses, as frutas cítricas e ricas em licopeno, também protegem as células nervosas, evitam o esquecimento e facilitam a memorização. Para que seu filho tenha um bom desempenho, listei alimentos que os chamei de Alimentos Inteligentes, que são as principais fontes dessas substâncias: ALIMENTOS SUPER INTELIGENTES SALMÃO Entre as carnes e os pescados, o salmão é uma das maiores fontes de ômega 3. Por isso, tem um grande potencial para melhorar o desempenho cognitivo e o funcionamento do cérebro para gravar informações. CARNE DE FÍGADO Uma das principais fontes de vitamina B12 é a carne de fígado bovino, mas ela também pode ser encontrada em carne de porco, ovos, ostra e leite. A vitamina B12 é um dos compostos indispensáveis para a formação do sangue, o bom desenvolvimento do sistema nervoso e na prevenção de doenças do coração e do cérebro, como o derrame. Tudo isso influencia para uma memória saudável, sem lapsos. Importante salientar que não se pode adicionar...
Leia mais

O que você NÃO deve falar para as crianças à mesa

Seja como nutricionista, mãe e agora como tia: posso dizer com a maior certeza no mundo que não existe hora mais estressante do que a hora de sentar à mesa com as crianças e fazê-las comerem. Com certeza, essa situação te parece bem familiar. Você tenta, insisti, faz aviãozinho, canta, dança, só falta virar de cabeça para baixo; e seu filho vira a cara para qualquer tipo de alimento. E é ai, nesses momentos mais desgastantes que, no desespero, recorremos às frases de efeito ou até atitudes um pouco mais ameaçadoras que acabam complicando ainda mais a situação. Saiba que o que você diz, muitas vezes de maneira imperativa, para os seus filhos durante as refeições pode influenciar - e muito! - o modo como eles veem e interagem com os alimentos. Para ajudar você nessa batalha e fugir dessas armadilhas que podem comprometer o paladar dos pequenos, selecionei algumas das frases mais faladas erroneamente pelos pais na hora da refeição e tracei estratégias para lidar com a situação da melhor forma. Vamos aos fatos e à ação! Frase 1 : Você não sairá da mesa enquanto não comer tudo que está no seu prato! Existe coisa mais prazerosa para uma mãe ver que seu filho comeu tudo? Será que a quantidade de comida que foi colocada no prato é compatível com as necessidades reais da criança? Geralmente, os pais costumam fazer o prato de acordo com que eles acreditam ser uma quantidade boa, só que essa estratégia pode prejudicar o controle da fome e saciedade e, a longo...
Leia mais

Os primeiros dentinhos do bebê

Olá, mamães! Tenho percebido que o nascimento dos dentes do bebê é uma das primeiras dúvidas das mamães, até por uma questão cronológica natural: não nos preocupamos muito com a saúde bucal dos pequenos até que nasça o primeiro dente. Por esse motivo, acho que este é um bom assunto para o início desta coluna sobre Odontopediatria! Questões como “Quando nasce o primeiro dentinho? É normal ter febre ou sentir dor? Como higienizar?” são bastante comuns, portanto vamos lá! QUANDO NASCEM OS PRIMEIROS DENTINHOS Os primeiros dentes a irromperem são aqueles que ficam bem no centro da arcada inferior (os incisivos centrais inferiores) e a época para o seu aparecimento é entre 5 e 8 meses. Depois deles, aparecerão os incisivos centrais superiores, seus correspondentes na arcada de cima, entre 6 e 10 meses de idade. A partir de então, até os 2 anos e meio da criança, todos os outros dentinhos surgirão aos poucos até que se completem os 20 dentes de leite, 10 deles no arco superior e 10 no arco inferior. Assim permanecerá a dentição até os 6 anos da criança, quando nasce o primeiro dente permanente. Ao contrário do que muitas mães pensam, ele nasce lá atrás, sem que caia nenhum outro dente. Concomitantemente, os dentinhos da frente embaixo começam a ficar com mobilidade. É interessante saber que, por mais que o bebê nasça sem nenhum dente de leite, estes já começam a se formar ainda na barriga da mãe, no terceiro mês de gravidez. Desta forma, alterações na dentição de leite são bem menos...
Leia mais

Eletrodomésticos divertidos

Que tal levar a criançada para a cozinha nessas férias? Pipoqueira, sanduicheira, torradeira...Separamos abaixo utensílios com design divertido para fazer lanchinhos fofos e gostosos. Já escolheu o seu favorito? 1. Cascata de chocolate Snoopy | 2. Máquina de waffle Snoopy | 3. Torradeira Hello Kitty | 4. Torradeira Domo | 5. Sorveteira Ariete Disney | 6. Pipoqueira do...
Leia mais

Os lanchinhos fofos de Sandra van den Broek

Nós sempre ficamos encantadas com esses pais prendados que conseguem transformar a comida dos filhos em pequenas obras de arte (lembram das comidinhas da Samantha Lee?)! Pois agora acabamos de descobrir o trabalho de Sandra van den Broek, que prepara lanchinhos fofos para seus filhos e publica-os em seu Instagram (@sandravandenbroek). Os ingredientes são bem simples - basicamente pão, queijo, algum vegetal, flores e patê. A paleta de cores é sempre bem suave, o que deixa o resultado final ainda mais gracinha! Abaixo, alguns dos pratos que mais gostamos: Fotos: Reprodução / Instagram...
Leia mais

Açúcar em excesso pode causar hiperatividade em crianças?

  Atualmente, pais e professores compartilham uma suposição comum de que as crianças ficam hiperativas após ingerir doces. Mas será que é verdade? Seja decorando deliciosas mesas em festas de aniversário, seja recheando as merendas ou se espalhando pelas prateleiras do supermercado ou padarias, o açúcar está por todos os lados e fica difícil para os pais controlarem o consumo do mesmo pelos seus filhos. De acordo com os últimos estudos a área, a hipótese que diz que açúcar em grande quantidade pode tomar as crianças hiperativas parece não ser tão confiável. Ela tem muito mais uma base psicológica do que científica, já que é provável que as crianças se tornem hiperativas quando participam de eventos e festas, sabendo que doces e guloseimas serão consumidos sem nenhum tipo de restrição. Isso pode dar aos pais a falsa impressão que a hiperatividade é causada pelos doces. Em excesso, o açúcar realmente faz mal à saúde e pode favorecer a obesidade e o aparecimento de cáries. No entanto, do ponto de vista científico, não há nenhuma relação entre sua ingestão e o comportamento hiperativo nas crianças. Se mesmo assim você ainda ficou na dúvida, o melhor método para solucionar essa dúvida é observação. Se você já notou que depois de cada festinha de aniversário ou comemoração regada a muitos doces seu filho fica incontrolável e subindo pelas paredes, por que não maneirar, então, na quantidade de bolo, chocolate, doces ou sucos industrializados? Essa diminuição no consumo de doces e guloseimas faz bem a saúde de qualquer forma, já que esses alimentos...
Leia mais

5 alimentos que parecem saudáveis, mas não são

Na hora de preparar o lanche dos pequenos, optamos sempre por oferecer alimentos que parecem ser saudáveis, tais como barrinha de cereais, pão integral e biscoitos integrais, em vez de refrigerantes, bolachas recheadas e salgadinhos. Se você é um desses, seu mundo está a prestes a desmoronar. Muitos alimentos são bem menos saudáveis do que imaginamos! Confira cinco exemplos na lista a seguir e fuja de armadilhas!  1. Barrinha de cereal Muito utilizadas pelos pais na hora de compor o lanche, as barrinhas de cereal, além de serem práticas, são sempre uma boa solução na substituição de bolachas recheadas, doces e chocolates. Atualmente, existem muitas ofertas de barras de cereais no mercado. Existem aquelas que são consideradas adequadas, como as opções sem glúten e sem lactose, que contêm mais oleaginosas e cereais como chia, quinua, amaranto, e ainda aquelas com alto teor proteíco. Mas, muitas barrinhas possuem alto teor de açúcar, gordura saturada, corantes e pouco teor de fibras. Na hora de comprar, preste atenção nas informações nutricionais e na lista de ingredientes que estão na embalagem. Prefira sempre as barrinhas com maior teor de fibras, menos gordura e mais frutas e grãos integrais. Além disso, outra dica é variar, substituindo a barra de cereal por alimentos como frutas frescas, frutas desidratadas (banana, maçã, manga, abacaxi, damasco, uva passa etc) e oleaginosas (castanha-do-Pará, nozes, amêndoas, pistache). 2. Peito de peru O peito de peru, por ser um embutido com baixo teor de gordura, acaba sendo muito escolhido na hora de compor os lanches. O que muitos não sabem é...
Leia mais