Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Tudo o que você precisa saber sobre o teste de gravidez

Toda mulher que está tentando engravidar ou quer descobrir se chegou o seu dia de ser mãe recorre ao teste de gravidez. Porém, as inúmeras marcas e modelos existentes nas farmácia deixam muitas na dúvida. Será que todos são bons? Será que há diferença entre as marcas? Para esclarecer estas e outras questões frequentes, conversamos com o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez. Vem ver o que ele explicou:

Tipos de teste de gravidez, Teste de gravidez

– EXISTE DIFERENÇA ENTRE TESTES DE GRAVIDEZ DE FARMÁCIA?

A grande diferença entre os testes de farmácia é a sensibilidade de cada marca. Algumas conseguem detectar o hormônio da gravidez, conhecido como beta-hCG, com menores concentrações na urina. Isso faz com que alguns exames apontem a gravidez mais cedo que outros, até mesmo antes do atraso menstrual.

– POR QUE ALGUMAS MULHERES SÓ CONSEGUEM O RESULTADO POSITIVO APÓS FAZER TESTES DE DIFERENTES MARCAS?

Algumas vezes isso pode acontecer pelo simples fato de a mulher ficar em dúvida na interpretação do exame. Atualmente, em alguns testes já aparece graficamente se a mulher está grávida ou não, e até dão uma ideia do tempo de gestação, eliminando a dúvida do resultado. Além disso, os diversos exames de farmácia detectam quantidades variáveis do hormônio na urina. Isso pode levar a resultados diferentes entre eles.

– QUAIS OS TESTES MAIS EFICIENTES E INDICADOS?

Isso dependerá da ansiedade da mulher. Se ela aguardar o atraso menstrual, isso aumentará a sensibilidade dos testes, pois há maior quantidade de hormônio na urina. Nesses casos, pode-se obter quase 100% de certeza. Se ela estiver programando a gestação, e quiser saber antes mesmo da ocorrência do atraso menstruação, existem exames que conseguem detectar a gravidez até 6 dias antes da data prevista (cuidado, nestes casos as taxas de falsos negativos são maiores). Outro fator a ser avaliado na escolha do teste é a facilidade de interpretação do resultado. Vale deixar claro que nem sempre o exame mais caro é o melhor, e que nos casos de positivo, não há a necessidade de fazer mais testes para confirmar. Já em caso de resultado negativo, pode haver a chance de ser um falso negativo. Sempre siga as orientações dos fabricantes e consulte seu ginecologista para melhor interpretação do exame.

– EXISTE A POSSIBILIDADE DO TESTE DE FARMÁCIA ESTAR ERRADO?

Sim. As principais causas para isso são:
Falso Negativo: o exame foi feito muito cedo e o nível do hormônio não atingiu o mínimo de detecção do teste.
Falso Positivo: Perda da gravidez muito precoce, em que houve pequena produção do hormônio, com queda logo a seguir (“Gravidez Bioquímica”). E aborto recente que ainda pode dar alteração no exame.

– APÓS POSITIVO, O EXAME DE SANGUE É NECESSÁRIO?

Teoricamente, não. Só costumamos pedir o exame de sangue quando o quantidade de hormônio no sangue pode nos ajudar a fazer outros diagnósticos mais específicos, geralmente correlacionados aos achados do ultrassom.

Veja também: Descubra o que pode cortar o efeito do anticoncepcional

E mais: A importância do pré-natal e os exames obrigatórios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *