Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Tags

Posts encontrados com a tag sono do bebê

Navegue como ou

Ford cria berço que simula viagem de carro

É comum ouvir relatos de mães dizendo que seus bebês pegam no sono com mais facilidade ao passearem de carro ou mesmo de carrinho pelo bairro. Foi pensando nisso, que a filial espanhola da montadora de carro Ford criou um berço que simula viagem de carro. A peça é capaz de reproduzir o balanço, as luzes e os sons que os bebês experimentam nestas situações. Batizado de Max Motor Dreams, o berço conta com um alto-falante na parte inferior do móvel. Ele reproduz um leve ronco de motor, que pode ser gravado dentro do carro da família com um aplicativo para smartphone. Além disso, luzes de led intermitentes simulam a iluminação das ruas, bem como em um passeio mesmo. E ainda não acabou, o colchão também balança de um lado para outro. Mas ainda não dá para se animar muito. O Max Motor Dreams, por enquanto, é apenas um protótipo. Segundo a Ford, sua divulgação é apenas para medir a aceitação do produto entre os consumidores. O que todos já sabem é que um pai ou mãe irá levar a peça piloto para casa. Para entrar no sorteio, eles têm de fazer um test-drive com os carros da linha Max nas revendas da montadora lá na Espanha. Assista ao vídeo oficial: https://www.youtube.com/watch?v=pr-tQh1NVJI&feature=youtu.be Veja também: Top 7 berços e moises de design E mais: 7 ideias para organizar os acessórios de cabelo das...
Leia mais

No Ninho: Bruna Tamer + Thomas

O No Ninho desta semana está com bochechas e sorrisos para dar e vender. A dupla da vez é Thomas, de sete meses, e Bruna Tamer, mãezona de primeira viagem. Casada com o fotógrafo Roberto Tamer, que assina os cliques deste ensaio, ela nos contou o que tem dado certo no dia a dia do pequeno, como foi tomar a decisão de dar um stop na carreira para ser mãe em tempo integral, e as principais mudanças que o Thomas trouxe para a sua vida. Vem ver como é um dia de farra na família Tamer! COMO FOI A GESTAÇÃO DO THOMAS? "Logo que descobri que estava grávida, tive um sangramento que me deixou muito preocupada. Depois disso foi bem tranquila, não tive enjoos, tonturas e desejos. Com aproximadamente quatro meses, passei a ter enxaquecas - sempre tive, mas durante a gestação não podia tomar o medicamento que estava acostumada -. As crises me levavam direto ao pronto socorro, quase fiquei internada. Só foram passar aos sete meses. Dali para frente curtir sem preocupação o fim da gravidez." VOCÊ OPTOU POR DEIXAR SEU EMPREGO PARA SE DEDICAR AO THOMAS. QUAIS AS CONSIDERAÇÕES QUE FEZ PARA DECIDIR? "Não estava 100% satisfeita na minha profissão e o Thomas foi o empurrão que faltava para tomar a decisão de não voltar a trabalhar neste momento. Antes da maternidade, julgava facilmente as mães que tinham feito essa escolha, mas hoje, vejo que nada é tão simples. Sempre achei que voltaria sem problemas e colocaria ele em um berçário, fácil assim. Mas definitivamente, quatro meses de licença-maternidade não...
Leia mais

Cama compartilhada

Se pra gente que é filho é uma delícia tirar um cochilo na cama dos pais, imagine qual a sensação para eles de nos terem por perto. É tão gostosa, que muitas mamães e papais adotam a prática da cama compartilhada - tradicionais em alguns países europeus -  não só durante o dia, mas à noite também. Porém, tal decisão gera muita polêmica no mundo todo, uma vez que até as sociedades médica e psicológica ficam divididas quando o assunto são os benefícios e danos que ela pode causar aos filhos e aos próprios pais. A discussão começa já na Organização Mundial da Saúde, que recomenda, no máximo, que os bebês de até seis meses durmam em berços e carrinhos ao lado da cama dos país, mas nunca com eles. Porém, engana-se quem pensa que a orientação é focada apenas no futuro psicológico dos filhos. "Para um bebê recém-nascido, o grande problema da cama compartilhada é o risco de sufocamento, de hiper aquecimento, de inalar excesso de gás carbônico emitido pela respiração dos pais e de esmagamento", contou em entrevista ao blog, a psicóloga e psicoterapeuta especialista em sono do bebê Renata Soifer Kraiser. Quem defende, diz o que?  Um dos mais famosos defensores da cama compartilhada no mundo é o pediatra espanhol Carlos Gonzáles, autor do livre Besáme Mucho. Segundo ele, dormir com os pais só é um risco nos primeiros três meses, e que os argumentos de quem é contra não fazem sentido. “Alguns dizem que ‘nós temos de ensinar as crianças a dormirem como se deve’. Acontece que a forma normal...
Leia mais

10 truques para criar a rotina de sono do bebê

Criar uma rotina de sono para o bebê nem sempre é tarefa fácil. Mas acredite, o resultado pode ser reconfortante! Abaixo, a Dra. Eduardina Telles Tenenbojm, médica pediatra e psicoterapeuta especialista em sono de bebês, ensina 10 truques para fazer o bebê dormir tranquilamente. Organizar a rotina de sono com horários e práticas repetidos diariamente é a regra de ouro. As crianças são bastante sensíveis aos rituais, às coisas que se repetem. Assim, repita todos os dias, cerca de uma hora antes, atividades como banho, mamada, troca de fralda e cantar uma música enquanto o prepara para adormecer. Tudo isso fora do quarto, com ele ainda acordado. Leve o bebê para o quarto dele quando estiver perto de terminar os rituais, coloque-o no berço, diminua a luminosidade e não embale. Assim, ele perceberá que a repetição lhe trará calma e o relaxamento necessário para adormecer. Não acostume o bebê a dormir ninado no colo, na cama dos pais ou em outro lugar que não seja o berço. O ideal é colocá-lo ainda acordado no berço e ficar ao lado. Independente da idade, o bebê deve entender que você está firme na decisão e, aos poucos, ele irá reconhecer o bercinho como seu local de sono. Naninhas e brinquedinhos transmitem segurança para o bebê e fazem com que ele aprenda a dormir sozinho. O ideal é que o bebê durma no escuro. Mas uma luzinha bem fraca, fora do quarto onde ele está, pode trazer tranquilidade para os pais, e tudo bem. Um ambiente silencioso é importante. Há crianças, assim como adultos, que não se importam muito com barulho na hora de...
Leia mais

No Ninho: Daniela Frugiuele + Rafa

Essa semana, no No Ninho, a gente apresenta uma dupla muito querida: a arquiteta Daniela Frugiuele, da Suite Arquitetos, e o Rafa, seu pequeno de um ano e oito meses. A família, que vive em São Paulo com o papai Gabriel, deu um show no ensaio fotográfico clicado pela nossa parceira Carla D'Aqui. Dani, que já pensa em uma segunda gravidez, bateu o maior papo com a gente sobre maternidade, alimentação, rotina do sono, enxoval, e aproveitou para dar boas dicas de decoração para quem precisa montar o quarto do bebê. PREPARAÇÃO DURANTE A GESTAÇÃO: “Não fiz nada, só li o livro ‘Crianças francesas não fazem manha’. E só li porque ganhei da minha irmã. Até o Rafa nascer, nunca tinha trocado uma fralda. E foi bom, porque a gente tem que aprender a ser mãe com os nossos filhos, não com curso e bebê dos outros.” A DANI ANTES E DEPOIS DA MATERNIDADE: “Não sei se mudei muito, ou se me tornei mais consciente das coisas. Parei de viver pra mim e comecei a viver pra gente. Tudo o que faço no dia, vejo se isso pode atrapalhar minha relação com ele. E o que faço da vida, preciso pensar se aquilo vai afetar ele de alguma forma. Quero criar meu filho pro mundo, pra se relacionar com as pessoas, pra viver feliz. Então, não adianta ficar tentando ensinar ele a ‘pedir’, dizer ‘obrigado’ e ‘por favor’, se eu mesma esqueço de vez em quando.” VOLTA AO TRABALHO: “Foi muito difícil, não gosto nem de lembrar. Mas sabe que a tecnologia me...
Leia mais