Casamentos Casa & Decor 15 anos

Saúde da mãe

Exibindo página 2 de 449

Navegue como ou

Enquete CZ: mães escolhem entre canguru e sling

Depois dos carrinhos preferidos, chegou a vez das mães escolherem entre canguru e sling na Enquete CZ do nosso Instagram (@babies_cz). Foram quase 60 comentários, e o vencedor foi o sling, que muitas argumentaram ser o mais confortável para elas e os bebês. Abaixo, você pode ver comentários interessantes e dicas que algumas mamães compartilharam com a gente: "Usei o sling até os 3 meses do bebê, e depois o canguru" "Uso sling e acho muito confortável tanto pra mim como para o meu bebê! Uso desde que ele tinha 3 semanas e é uma delícia tê-lo tão pertinho de nós!" "Uso o canguru da ergobaby, é ótimo e não faz mal nenhum para as perninhas da bebê! E ajustando certinho também não dá dor na coluna!" "Canguru ergonómico (a criança fica sentadinha com as pernas em W). Uso o Manduca, marca da Alemanha" "Para denguinho em casa, passeio no bosque: sling. Para aeroportos: canguru!" Veja também: O carrinho de bebê mais usado pelas mães E mais: Dicas valiosas para viajar com...
Leia mais

Parto normal x parto humanizado: as principais diferenças

Você sabe as diferenças entre parto normal x parto humanizado?  Será que todo parto humanizado é normal? E será que todo parto humanizado é feito em casa? Estas são algumas das dúvidas que o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez tirou em entrevista ao blog. Vem ver as explicações que ele nos deu: O QUE É O PARTO HUMANIZADO? A primeira coisa que deve ficar clara é que o chamado "Parto humanizado” não é um tipo de parto. "Parto humanizado” é a maneira na qual a assistência ao parto ocorre da maneira mais natural possível. Praticamente sem nenhuma intervenção, respeitando o processo natural. A nomenclatura “humanizada” no meu modo de ver é inadequada, pois dá a impressão que o parto que não segue todos estes preceitos seria “desumanizado” ou “animalizado”, o que não é real, e na maioria das vezes injusto. QUAIS AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS DELE PARA O PARTO NORMAL? O parto normal é o resultado final. Ou seja, todo parto chamado de humanizado, ou não, que acontecer pela via vaginal será um parto normal. A diferença é como ele será conduzido para que ele aconteça. No parto normal / tradicional (ou "não humanizado”) que segue os ensinamentos da obstetrícia clássica, existem alguns passos feitos muitas vezes de rotina, como por exemplo, romper a bolsa das águas entre 6 e 8 centímetros de dilatação. No parto, chamado humanizado, a bolsa deve estourar espontaneamente ou pode até ocorrer o parto sem a sua rotura. O que deve ficar muito claro é que o parto normal bem assistido, com as intervenções...
Leia mais

Acupuntura na gestação: benefícios, indicações e contraindicações

A acupuntura na gestação é uma técnica muito buscada pelas futuras mamães que não querem recorrer a medicamentos para sanar dores nas costas, azias, enjoos e outros incômodos comuns durante a gravidez. Para quem desconhece a técnica, a acupuntura vem da medicina tradicional chinesa e consiste na estimulação das terminações nervosas do corpo. O método mais comum é feito por meio de agulhas bem finas, geralmente aplicadas nas mãos, pés, orelhas e costas, com o objetivo de equilibrar a energia do organismo e, assim, fazê-lo curar ou prevenir doenças. Existe, no Brasil, uma associação regulamentadora, a AMBA (Associação Médica Brasileira de Acupuntura), na qual é possível encontrar profissionais certificados. Para entender melhor os benefícios, indicações e contraindicações, conversamos com a fisioterapeuta especialista em ortopedia, RPG e acupuntura Thays Carvalho Simões. Dá uma olhada no que ela explica: - A acupuntura é aconselhada durante a gravidez em quais casos? Qualquer desconforto gerado pela gestação tem indicação da acupuntura, tanto físico como emocionais. Lombalgias, enjoos, dores de cabeça, ansiedade, insônia, entre outros. Já no pós-parto, quando ocorre uma nova mudança, dessa vez mais abrupta em relação ao peso, e a coluna sente ela também é recomendada. - Quais os benefícios que a técnica pode trazer para as futuras mamães? O maior beneficio da acupuntura na gestação é poder tratar dores e incômodos sem precisar de medicamentos, já que gestantes não pode fazer uso de muitos medicamentos. Harmonizar corpo e mente, sendo muito eficiente para equilíbrio energético e emocional. - Alguma contraindicação para a acupuntura na gestação? Não há contraindicação, apenas alguns cuidados que o acupunturista deve ter...
Leia mais

10 dicas de saúde para as grávidas não sofrerem com o calor

As altas temperaturas do verão costumam causar incômodos para a maioria das pessoas, principalmente para as grávidas. O ginecologista e obstetra Claudio Basbaum, membro do Corpo Clínico do Hospital São Luiz em São Paulo, destaca que a elevação na quantidade de hormônios no organismo da gestante promove a dilatação dos vasos, tanto arteriais quanto venosos. Tal fato predispõe o aparecimento ou piora das varizes nos membros inferiores, alterações que contribuem para o inchaço nos pés e nas pernas. Outra consequência é a queda de pressão arterial, tão comuns nos meses de verão e sobretudo na segunda metade da gestação. Abaixo, ele lista cuidas básicos para as grávidas não sofrerem no verão: 1 - Evitar exposição ao sol entre 10 e 16 horas; Além dos já conhecidos riscos causados sobre a pele, a gestante tem muita facilidade de ficar com manchas escuras no rosto e sobre eventuais cicatrizes antigas (Cloasma gravídico) 2 - Usar o protetor solar diariamente; 3 - Comer alimentos mais leves como frutas e saladas; 4 - Hidratar-se bem. Consumir ao menos 2 litros de água por dia; 5 - Utilizar roupas com tecidos leves, evitando os sintéticos e roupas justas; 6 - Trocar a roupa íntima pelo menos uma vez por dia, além da primeira, e dormir sem calcinha é uma boa sugestão; 7 - Lavar e enxaguar bem as roupas íntimas, sem deixar resíduos de sabão. Seca-las ao sol e não dentro do box do chuveiro , onde a umidade facilita a proliferação de fungos; 8 - Não permanecer por muito tempo com maiô molhado; 9 - Tomar banhos mornos ou frios durante o...
Leia mais

Dicas para evitar dores nas costas durante a gestação

Como o corpo de uma grávida passa por muitas mudanças para que esteja totalmente preparado para o parto e, posteriormente, para a amamentação, um dos incômodos físicos mais comuns durante a gestação são as dores nas costas. “A lombar é a região da coluna que mais sofre alterações e, consequentemente, a maior queixa de dor das gestantes. Com o crescimento da barriga, o eixo gravitacional se desloca e a coluna precisa mudar sua curva para ajustar a postura”, conta a fisioterapeuta especialista em ortopedia, RPG e acupuntura Thays Carvalho Simões. E para ajudar as futuras mamães, Thays reuniu dicas valiosas para este período. “A atividade física, caso seja mantida, deve ser readaptada, sempre com a orientação de médicos e profissionais, visando seu melhor aproveitamento e maximizando seu efeito diante de cada alteração. Esses cuidados farão com que essa fase seja vivenciada com prazer.” Orientações gerais: - Evite ficar muito tempo na mesma posição; - Se trabalhar sentada o dia todo, levante e faça caminhadas curtas a cada uma hora; - Evite carregar peso, pois a coluna não está na sua posição fisiológica ideal, e qualquer sobrecarga pode causar distensão muscular, pinçamentos nos nervos e dores; - Faça alongamentos pela manhã e antes de dormir; - Na hora de dormir: deite de lado, com os joelhos flexionados e com um travesseiro entre eles, isso pode aliviar as dores. Para quem prefere dormir de barriga para cima, aposte em um apoio embaixo dos joelhos, que manterá a lombar reta e os músculos relaxados. Orientações por fase da gestação: 1º Trimestre | 1ª a 12ª...
Leia mais

Quero ser mãe, mas não consigo. E agora?

Para a maioria dos casais, a tão desejada gravidez acontece naturalmente, sem maiores dificuldades. Porém, para uma porcentagem de 10 a 15% a gestação não acontece nos primeiros 12 meses de tentativas, levando à procura de auxílio médico especializado para investigar as causas do problema. As causas da infertilidade (dificuldade para engravidar, mas não impossibilidade) são variadas. Nas mulheres, as mais comuns são disfunções na ovulação, endometriose e alterações no útero. Nos homens, a infertilidade está normalmente relacionada a processos infecciosos, varicocele, alterações hormonais, fatores genéticos e obstrução dos ductos de transporte. Procedimentos de reprodução humana podem ser alternativas viáveis, se feitos após um aconselhamento médico honesto e uma boa bateria de exames gerais.  Abaixo, o Dr. Alfonso Massaguer, especialista em reprodução, lista os principais tratamentos disponíveis para quem deseja engravidar, mas não consegue. Consiste em depositar espermatozoides previamente capacitados no interior do útero. É necessário que as trompas estejam desobstruídas para permitir o encontro do óvulo com o espermatozoide dentro do corpo materno, com consequente fecundação. Indicações: - ciclo menstrual irregular, com ou sem tratamento; - muco cervical hostil; - alterações leves no espermograma; - uso de esperma doado; - infertilidade sem causa aparente, entre outras. Consiste em formar embriões fora do corpo materno, em laboratório. O tratamento se inicia com o estímulo dos ovários maternos e consequente produção de óvulos que serão coletados por punção e unidos a espermatozoides previamente preparados, a fim de que aconteça a fertilização. Após a formação de embriões, estes serão transferidos para o útero materno onde se desenvolverão durante a gestação. Indicações: - Mulheres com trompas alteradas ou...
Leia mais

Como voltar à forma após a gravidez

Sim, nós sabemos que voltar à forma após a gravidez não é uma tarefa fácil. A recuperação pode levar anos e exige muita paciência e determinação! Para incentivar a perda dos quilinhos extras, nós conversamos com três mamães saradas que compartilharam conosco seus segredinhos para voltar à forma com saúde. CAROL CASTELO BRANCO ( De repente grávida / @carolcastelobranco ) A apresentadora ganhou 12 kg na gravidez e manteve uma dieta saudável e equilibrada. "Comia muitas frutas, sucos e castanhas, que ajudam na elasticidade e dão firmeza à pele", conta. Durante a gravidez ela também não deixou de lado os exercícios físicos. Suas escolhas foram yoga e pilates, que ajudam a preparar o corpo para a chegada do bebê (como nós já falamos aqui). Após o primeiro mês do nascimento da Sophia, voltou a praticar exercícios físicos com personal trainer. Esse é o tempo indicado para as mães que fizeram cesárea, como Carol. O treino é focado em fortalecimento e nas dores que as grávidas costumam ter e que continuam após o parto, como dores nas costas. CAROL RACHE ( What About / @carolrache ) Mãe dos gêmeos Noah e Matteo (nós já publicamos festinhas deles aqui!), Carol nos conta que sempre se alimentou de forma balanceada, e que durante a gravidez não foi diferente. "Claro que na gestação as doses e frequências das 'escapulidas' eram maiores. Eu me permitia mais e muitas vezes o corpo pedia um 'acréscimo' ao tamanho das porções. Na Páscoa, por exemplo, comi 6 ovos em uma semana! Um abuso, eu sei, mas foi...
Leia mais

Tratamentos para o corpo após a gravidez

As mudanças no corpo após a gravidez são grandes e acabaram gerando frustrações. Flacidez, aumento de estrias, manchas na pele...tudo isso é muito normal, mas não tem mulher que não reclame, né? Voltar à forma não é uma tarefa fácil e exige tempo, mas um bom dermatologista pode ajudar nesse processo. Abaixo, as dermatologistas Dra Marcia Linhares e Dra Vanessa Metz dão sugestões de tratamentos dermatológicos que podem ser feitos no pós-parto. ESTRIAS "Se a paciente não estiver amamentando, podemos usar cremes à base de ácido retinoico e fazer hidratação em casa. Dermarroler e lasers fracionados (laser erbium e CO2) são ótimas opções no tratamento e podem ser feitos durante a amamentação. Eles provocam formação de colágeno, podendo as estrias atenuarem ou até desaparecer. As sessões são semanais", indica a Dra. Marcia Linhares. A Dra Vanessa Metz sugere ainda a microdermoabrasão com peelings mecânicos - como o de cristal. "São ótimas indicações para melhorar a textura da pele". CICATRIZ DA CESÁREA O laser fracionado também pode ser usado na cicatriz da cesárea, assim que ela estiver bem cicatrizada e sem pontos. "Na clínica, utilizo o laser de Erbium 1540-nm fracionado não ablativo, da marca ICON. Para estrias e cicatrizes, são necessárias de 6 a 15 sessões", diz a Dra. Vanessa. FLACIDEZ ABDOMINAL E MUSCULAR Segundo a Dra. Marcia, a flacidez ocorre pelo estiramento rápido da pele e a melhor opção de tratamento é a radiofrequência, que remodela o colágeno e melhora firmeza e textura da pele. Não é contra indicado para quem esta amamentando. As sessões são semanais e...
Leia mais

Manchas e estrias na gravidez

Embora já tenha passado dessa fase, vejo várias amigas comentando sobre as diversas alterações no corpo decorrentes da gravidez. Dentre elas, uma das mais citadas, sem dúvida, são as manchas e estrias na pele. Lembro que quase enlouqueci minha dermatologista, a Dra Juliana Macéa (uma das mais competentes de São Paulo, além de amiga de infância), para que ela me passasse todas as dicas. E, como morria de medo de ficar toda manchada e cheia de estrias, segui tudo à risca e achei que funcionou muito! Vejam aqui quais foram os conselhos dela: Quando descobrimos que estamos grávidas é aquele transbordamento de alegria e parece que automaticamente nosso foco muda: deixa de ser a gente e vira aquele bebezinho tão querido. Isso é natural, mas durante a gravidez vale a pena reservar alguns minutos do dia para cuidar da pele, pois as principais reclamações que surgem no pós-parto - estrias e manchas - podem ser minimizadas ou até mesmo evitadas com alguns hábitos simples. ESTRIAS As tão temidas estrias surgem pela distensão da pele que vai acontecendo ao longo da gestação. Existe uma tendência genética para se ter ou não estrias. Curiosamente são mais comuns nas mamães mais jovens e, claro, também em quem ganha mais peso. Como podemos evitá-las? - Evite engordar mais de 13 kgs ao longo da gravidez. - Assim que descobrir que está grávida, comece a usar um bom hidratante. A barriga ainda vai demorar um pouco para crescer mas muitas grávidas já ficam com as mamas muito inchadas logo nas primeiras semanas e as estrias...
Leia mais

Gravidez tardia exige atenção redobrada

Atualmente, cada vez mais mulheres optam por ter filho mais tarde, na maioria dos casos, as prioridades são a carreira e realizações pessoais. Nada mais natural. No entanto, é importante saber que uma gravidez tardia exige cuidados redobrados. Segundo a ginecologista e obstetra Mirna Nakano, da unidade Itaim do Hospital e Maternidade São Luiz, o ideal seria engravidar antes dos 35 anos, já que com o passar tempo a fertilidade vai diminuindo. Com a evolução da medicina, as chances de sucesso em gravidez tardia aumentaram significativamente, mas ainda assim postergar a geração de um filho está associada a um risco maior, visto que complicações podem surgir no decorrer da gestão, como ganho de peso, diabetes, hipertensão arterial, pré-eclâmpsia ou até mesmo malformação do feto. Por esses motivos, Nakano ressalta que a gestante tardia precisa de mais controle e acompanhamento médico constante. “Se estiver acima do peso, também é necessário o acompanhamento de um nutricionista. Já em casos de pressão alta, a atenção deve ser voltada para a retenção de líquidos, e qualquer alteração a paciente deve consultar imediatamente o médico”, complementa a especialista. Tão importante quanto o acompanhamento médico é a saúde e a rotina dessas futuras mamães. Confira abaixo as dicas para uma gravidez mais tranquila: - Faça acompanhamento médico e pré-natal - Alimente-se corretamente de três em três horas - Beba bastante líquido durante o dia - Não fique em pé ou sentada durante muito tempo - Durma cedo - Não faça hora extra no trabalho - Evite ambientes de tensão e situações de estresse - Não...
Leia mais