Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Saiba como escolher o pediatra do seu filho

Escolher quem vai ser o responsável por cuidar da saúde do seu filho nem sempre é uma tarefa fácil. Dicas de amigos, familiares e da Sociedade Brasileira de Pediatria são úteis e muito valiosas, mas alguns cuidados e perguntas precisam ser feitas para que aquele profissional seja o melhor para a rotina do bebê e da família. E para te ajudar, batemos um papo com a dra. Paula Woo, pediatra neonatologista da Universidade de São Paulo, que deu dicas valiosas e um passo a passo para a escolha do pediatra ideal. Vem ver:

cz-babies-kids-o-pediatra-ideal

QUAL É O MOMENTO DE BUSCAR UM PEDIATRA? 

Idealmente, deve-se buscar um pediatra ao longo da gestação. Assim, essa será uma preocupação a menos na hora de voltar com um bebê pequeno para casa. O segundo trimestre da gestação é um bom momento para essa pesquisa, já que a gestante está sofrendo menos com os sintomas iniciais da gravidez, como tontura, sono e enjôos. E também não está indisposta com o aumento do volume da barriga, ou até em repouso como acontecem nas gestações de alto risco.

CASO OS PAIS NÃO TENHAM BOAS INDICAÇÕES DE AMIGOS E FAMILIARES, QUAL A MELHOR FORMA DE FAZER ESTA BUSCA? 

Nos tempos de internet, muitas mães conseguem buscar informações sobre pediatras pelos sites de busca e nos grupos de mães em redes sociais.

ANTES DO PARTO, QUAL A IMPORTÂNCIA DO PEDIATRA NA GESTAÇÃO? 

O pediatra tem papel bastante importante na gestação. É esse profissional que irá tirar as dúvidas dos pais de primeira viagem. Seja referente ao preparo para receber um bebê em casa, quanto à escolha de alguns produtos infantis. É bastante interessante conhecer o pediatra que acompanhará o seu bem mais precioso. Ele pode, inclusive, fazer a recepção do bebê na sala de parto e acompanhar a internação na maternidade.

O QUE É MAIS IMPORTANTE NA HORA DE ESCOLHER O PROFISSIONAL QUE VAI CUIDAR DO SEU FILHO? 

É bastante importante escolher um profissional atualizado, com quem os pais criaram um bom vínculo (e daí a importância de conhecê-lo antes do nascimento do bebê), cuja linha de conduta seja compatível ao da família (alopata ou homeopatia). Vale a pena também verificar a disponibilidade do médico em atendê-lo no consultório em situações de urgência, além de saber se o pediatra disponibiliza formas de contato para dúvidas que surgem no dia-a-dia (whatsapp, telefone, email). Um fator relevante é a distância do consultório até a casa dos pais. Nas grandes capitais, deslocamentos em distâncias maiores exigem bastante tempo, o que pode não ser interessante com bebês pequenos.

QUANDO O ASSUNTO SÃO OS FILHOS, ACREDITAMOS QUE A ESCOLHA VAI ALÉM DO CURRÍCULO. QUAIS QUESTIONAMENTOS OS PAIS PRECISAM SE FAZER PARA TER CERTEZA QUE ESTÃO NO CAMINHO CERTO? 

Acima de tudo, é muito importante a empatia e a confiança entre os pais e o pediatra.

titulo-lista-basica-pediatra

Ele atende em hospitais? Quais? –> É essencial saber se é possível contar com o médico de confiança em situações de urgência.
Pode acompanhar o parto e estar na maternidade? –> Esse ponto acho importantíssimo. Poucas pessoas sabem que podem ter o pediatra para fazer o atendimento de sala de parto e o acompanhamento na maternidade. Apesar das principais maternidades de SP terem excelentes pediatras, poder contar com aquela pessoa que acompanhará seu filho ao longo da vida nesses momentos iniciais é muito interessante.
A agenda dele coincide com a sua?  –> Cheque em quais dias da semana ele atende no consultório, e pergunte sobre o atendimento nos fins de semana.
Ele responde perguntas por e-mail? –> Importante, assim como outras ferramentas de comunicação como WhatsApp, mensagens de texto e ligações telefônicas.
Você e ele têm opiniões em comum sobre amamentação, circuncisão, imunização, medicina alternativa? –> A conduta compatível com a da família é muito importante. Não adianta uma família que segue a homeopatia passar com um pediatra muito bem recomendado, mas que não acredita na homeopatia.
Quem vai substituí-lo nas férias, licença maternidade ou médica?

VEJA TAMBÉM: Translactação, uma alternativa para as mães com dificuldades para amementar

E MAIS: Parto normal x parto humanizado: as principais diferenças 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *