Casamentos Casa & Decor 15 anos

No ninho

Navegue como ou

No Ninho: Fernanda + Thábata e Vitor

Todo mundo conhece alguém que “nasceu para ser mãe”, que sonhou como plano de vida casar e construir uma família. E a mãe do No Ninho de hoje é uma delas. A artista plástica Fernanda Tamanaha, mãe da Thábata, 11 anos, e Vítor, 6 anos, é daquelas mãezonas DIY que faz para os filhos: brinquedos, fantasias, jogos, oficinas... E foi na casa dela que passamos um dia ao lado da fotógrafa Mel Albuquerque, que registrou todos os detalhes, inclusive um passo a passo que fez com os pequenos (que está neste link). Em um longo bate-papo, Fernanda nos contou suas impressões sobre a maternidade, as dificuldade do dia a dia e as surpresas do caminho, que mesmo para ela, que “nasceu para ser mãe”, não foram fáceis. Vem ver: COMO FOI O COMEÇO? COMO É TER UM BEBÊ EM CASA? Em ambas as vezes, meu marido foi muito importante. E acho que o processo foi “tranquilo” em ambas as situações, justamente porque ele estava comigo. Na primeira vez, ele conseguiu me ajudar mais, então dividíamos as tarefas, revezávamos em levantar de madrugada... Quando o Vitor chegou, ele conseguiu me ajudar um pouco menos. Mas eu já estava mais segura também. AMBAS AS GESTAÇÕES FORAM PLANEJADAS. VOCÊS SEMPRE QUISERAM DOIS FILHOS? No começo o André, meu marido, não queria um segundo filho. Por ele, ficaríamos só com Tháta. Por mais que entendesse o lado de ele, das dificuldades práticas e financeiras, eu queria. Para mim, que cresci com irmãs e perdi minha mãe, acredito que deva ser muito difícil “ficar sozinho”....
Leia mais

No Ninho: Renata + Catarina

A fotógrafa Rejane Wolff compartilhou com a gente um ensaio lindo que fez com a mãe de primeira viagem Renata e sua pequena Catarina. Adoramos as fotos bem "mãe e filha" e aproveitamos para bater um papo com Renata sobre maternidade, gestação, parto, rotina do sono e amamentação. Vem ver as dicas do que funcionou na casa dela, e os cliques cheios de estilo que Rejane fez: QUANDO DESCOBRIU QUE ESTAVA GRÁVIDA, QUAL A PRIMEIRA COISA QUE PASSOU NA SUA CABEÇA? A única coisa que passava pela minha cabeça todos os dias era o desejo que aquela gestação finalmente desse certo. Era minha terceira gravidez no período de apenas um ano, uma vez que as duas anteriores não vingaram. Na primeira foi diagnosticado anembrionária (quando o óvulo fecundado se instaura no útero, mas o bebê não se desenvolve) e na segunda, ectópica (quando o óvulo fecundado implanta-se fora do útero). Então, cada resultado positivo significava um misto de alegria, medo e incertezas. COMO ESTAVA SUA VIDA NESTE MOMENTO? Minha vida estava completamente voltada ao desejo da maternidade, pois eu sempre amei crianças e simplesmente não entendia porque a minha não chegava logo. Eram consultas infinitas, exames e mais exames, novenas e promessas, além da superação dos traumas anteriores. Até que um dia, no momento certo, apenas com a intervenção divina, tudo se encaixou perfeitamente. COMO FOI A GESTAÇÃO DA CATARINA? ELA NASCEU DE QUANTOS MESES? A gestação da Catarina foi muito tranquila. Não tive enjoos, nunca passei mal, fiz exercícios e trabalhei até praticamente o último instante. Com 37 semanas...
Leia mais

No Ninho: Monica Salgado e Bernardo

Pensa em uma dupla divertida e animada. Agora multiplica por três e você tem um breve resumo de como foi nossa manhã na casa da diretora de redação da revista Glamour, Monica Salgado, e do pequeno Bernardo, de cinco anos. A farra, clicada pela lentes da querida Vivi Guimarães, foi palco para o No Ninho de hoje. Em um longo papo, Mônica nos contou como se preparou para o parto, sua visão nada glamourosa sobre a maternidade e como se surpreendeu ao ver a dificuldade que as gestantes enfrentam para conseguir um médico disposto a ir até o final com parto normal. COMO ESTAVA SUA VIDA QUANDO ENGRAVIDOU? Engravidei com cinco anos de casada. Tinha tirado o DIU para tentar, mas não esperava que fosse tão rápido. Era um momento bastante turbulento na minha vida profissional. Eu era redatora-chefe da revista Vogue e estávamos em transição para a nova empresa que iria responder pela publicação no Brasil. Era tudo tenso, a gente não sabia o que iria acontecer e com sete meses de gravidez trocamos de escritório, de empresa, de tudo. Foi muito difícil, minha cabeça estava divida entre o bebê e a nova fase do trabalho. E apesar de querer muito um filho e estar super feliz, tinha a sensação de que estava perdendo alguma coisa, não curti tanto quanto gostaria. A GESTAÇÃO FOI TRANQUILA?  Super tranquila. Fiz ginástica, trabalhei, não tive enjoos fortes, fiquei surpresa. Como queria muito parto normal, mudei de médico três vezes até me sentir segura. POR QUE NÃO SE SENTIA SEGURA? É triste,...
Leia mais

No Ninho: Carla Palermo + Alice

Sempre de malas prontas, a dupla do nosso No Ninho de hoje tem passaporte carimbado. Carla e Alice adoram viajar, e não seria diferente. À frente da empresa NovaSafari, Carla é expert em criar roteiros de viagens personalizados para famílias. Aproveitamos uma tarde ao lado delas, tudo registrado pelas lentes da querida fotógrafa Isabel Becker, para bater um papo longo com a mãezona, que falou sobre maternidade, rotina do sono e, claro, deu boas e valiosas dicas na hora de planejar a mala e a viagem! Vem ver: - COMO ESTAVA SUA VIDA NO MOMENTO DA GRAVIDEZ? Super agitada, foi um ano de muito trabalho, muitas viagens. Na verdade eu estava às vésperas de uma nova viagem e fiquei um pouco apreensiva se deveria mudar os planos. Mas meu médico é sensacional, me deixou super segura e continuei viajando durante toda a gestação. Até para a África eu fui! - VOCÊ SE PREPAROU DE ALGUMA FORMA PARA O PARTO, FEZ ALGUMA COISA QUE TE AJUDOU? Sempre tive uma preocupação muito grande com alimentação, então não precisei mudar muita coisa nos meus hábitos, só passei a consumir mais alimentos com cálcio e ferro, e tomei algumas vitaminas que meu médico receitou. Fiz drenagem, acupuntura, yoga e natação, estas até o penúltimo dia! - COM FOI VOLTAR AO TRABALHO? O começo é uma loucura! Voltar ao trabalho com um bebê recém-nascido em casa não é fácil! Todo nosso foco e nossa energia estão voltados para o bebê, e não é algo que você faz racionalmente, é totalmente instintivo. Sair desse mundo...
Leia mais

No Ninho: Juliana e os trigêmeos Bento, Bernardo e Gabriela

O No Ninho de hoje é ao cubo! Bento, Bernardo e Gabi nos “receberam” ao lado da mãezona Juliana para um ensaio lindo. As fotos da querida Carla D’Aqui registraram o dia a dia desta família, enquanto nosso bate-papo trouxe diversas dicas, surpresas e aflições desta mãe com a chegada de trigêmeos. Vem ver o que funcionou com ela, as diferenças da gravidez trigemelar e o que muda no dia a dia: COMO ESTAVA SUA VIDA ANTES DE ENGRAVIDAR?  Eu e meu marido, meu namorado na época, havíamos decidido morar juntos há seis meses apenas. Então tínhamos uma vida social agitada. Gostávamos muito de sair com os amigos e receber as pessoas em casa. Fora isso, estava em uma vaga no meu trabalho que costumava viajar muito, muito mesmo! Passava uma semana do mês fora do Brasil. JÁ PLANEJAVA UMA GRAVIDEZ NESTE MOMENTO?  Ninguém planeja uma gravidez trigemelar, acredite! (Risos). Era algo que planejávamos sim, mas acabou sendo antecipado pois tive apendicite e fiz uma cirurgia de emergência. Os remédios que tive que tomar decorrente a cirurgia cortaram o efeito do anticoncepcional. Logo em seguida engravidei. O QUE SENTIU QUANDO DESCOBRIU QUE ESTAVA GRÁVIDA?  No começo foi um susto. Foi uma mistura de sentimentos pois sentia uma felicidade tremenda e ao mesmo tempo medo por saber que era uma gravidez de risco. Acho que meu marido foi peça fundamental. Por ser mais velho que eu, acho que aceitou melhor no começo e me tranquilizou muito. E O QUE SENTIU QUANDO DESCOBRIU QUE ERAM 3?  Primeiro a médica visualizou dois e...
Leia mais

No Ninho: Patricia Lomonaco + Bernardo

Quem lembra da Olivia, filha da fotógrafa Fernanda Bozza, que já estrelou o No Ninho? Ela gostou tanto de posar para as fotos, que nos apresentou o Bernardo, um de seus melhores amigos. Rs! As mães, claro, são muitos amigas também, e Patricia Lomonaco bateu um longo papo com a gente. As fotos da Fernanda Bozza ficaram lindas, e a matéria cheia de dicas valiosas, principalmente quando os assuntos são preparo para o parto e cuidados no dia a dia (A Patrícia é psicóloga e professora Shantala, inclusive já explicou aqui no site todos os benefícios da shantala para os bebês). Vem ver tudo o que conversamos: QUANDO DESCOBRIU QUE ESTAVA GRÁVIDA, QUAL A PRIMEIRA COISA QUE PASSOU NA SUA CABEÇA? Mesmo antes de fazer o teste eu já pressentia que estava grávida. Falei para meu marido que achava que tinha engravidado, ele respondeu “Nós combinamos que não vamos ficar noiados”. Isso foi logo depois que começamos a tentar. Então, fiquei quieta e esperei o tempo passar, mas com a certeza no coração. Em um domingo à noite fizemos um teste de farmácia e deu positivo! Nem sei descrever o que passou pela minha cabeça, claro que ficamos muito felizes, mas não caiu a ficha naquele momento. Nem chegamos a fazer o teste de laboratório, já fomos direto para o ultrassom. Ficamos alguns dias sem falar para ninguém, foi gostoso curtir só com meu marido a novidade. SEMPRE QUIS TER MENINO? Sempre quis ter um casal, primeiro um menino, depois uma menina (acho que porque lá em casa é assim,...
Leia mais

No Ninho: Ana Paula + Laura e Angelina

O No Ninho de hoje traz um trio muito querido. A chef Ana Paula Carrazza, da Fleur de Sucre, abriu as portas de sua casa para uma tarde de fotos e muita brincadeira ao lado das filhas Laura e Angelina. A Carla D'Aqui, que já é a fotógrafa oficial da família, fez cliques lindos e de muito amor entre as irmãs. Aproveitamos o encontro para bater um longo papo com a mãezona, que mostrou que a disciplina que tem na cozinha de seu negócio foi, talvez sem querer, a escola para ser uma boa mãe. Vem ver como ela preparou a Laura para a chegada da Angelina, o que aprendeu com a maternidade e como foi voltar ao comando de sua empresa de bolos e docinhos para festas e casamentos. Vem ver as dicas dela: QUANDO DESCOBRIU QUE ESTAVA GRÁVIDA PELA PRIMEIRA VEZ, O QUE PASSOU NA SUA CABEÇA?  Na primeira vez, estava tentando engravidar fazia uns meses e naquele mês, minha menstruação não desceu no dia previsto. Fiz o teste à noite, no mesmo dia. Quando apareceu aqueles dois pauzinhos, entrei em pânico. Chamei meu marido e ficamos lendo as instruções para ver se estava certo mesmo. Bom, naquela noite não dormi, pensando em como minha vida mudaria, o que seria daqui pra frente, em como eu contaria para todos... Até você se acostumar, a palavra que define é pânico rs! VOCÊ SE PREPAROU DE ALGUMA FORMA PARA O PARTO?  Não fiz muita coisa não. Gostaria de ter feito mais, mas acho que como me sentia muito bem e disposta,...
Leia mais

No Ninho: Fernanda Bozza + Olivia

Quem nos acompanha aqui no blog e no Instagram, já viu diversos cliques fofos da fotógrafa Fernanda Bozza. Mas hoje, ela passa para a frente das câmeras, de outra querida parceira nossa, a Vivi Guimarães, para um No Ninho ao lado da pequena Olivia, de sete meses. Fotografando bebês e famílias desde 2007, Fernanda Bozza fez um verdadeiro laboratório antes de decidir que era hora de começar sua própria família. Seus planos demoraram um pouco, foram dois anos de tratamento para engravidar e um quadro raro de vasa prévia (explicação abaixo), que fizeram Olivia, a estrela deste ensaio, chegar prematuramente, aos sete meses. Mas o importante, é que ela nunca desistiu, e o resultado é uma linda história com um "final" mais que feliz. Vem ver as dicas desta mãezona e o ensaio maravilhoso da Vivi Guimarães.  SEMPRE QUIS SER MÃE OU TEVE UM MOMENTO ESPECIAL? Chegou o momento que eu também queria viver tudo aquilo que fotografo na casa das pessoas. Já estava com 33 anos, e o relógio biológico pedia. Mas, acredito que o dia mesmo foi quando minha cunhada engravidou do segundo filho e eu ainda não tinha pensado no primeiro. Foi a hora de parar e focar na minha família. E FOI RÁPIDO ATÉ ENGRAVIDAR? Não, tive que fazer tratamento, demorou dois anos. Fiz primeiro indução à ovulação, com injeção, depois duas inseminações e, por último, duas fertilizações (FIV). Foi um pouco estressante, porque o processo de todo mês descobrir que não deu certo é frustrante. O que recomendo é fazer em lugares diferentes, com técnicas diferentes. VOCÊ PODE NOS CONTAR...
Leia mais

No Ninho: Mari Dedivitis + João Pedro e Dudu

Pense em um dia divertido, com direito a brincadeira na piscina, pega-pega fantasiado e muita risada. Foi assim a nossa tarde com a família da assessora de casamentos Mari Dedivitis, que abriu as portas de sua casa para um No Ninho ao lado dos filhos, o João Pedro e o Dudu. O Estúdio Raio fez cliques lindos e o bate-papo ficou especial. Vem ver as impressões sobre a maternidade e as dicas valiosas da mãezona! VOCÊ PLANEJOU OS MENINOS? "Foram dois sustos! Estava em um ritmo super louco no trabalho e um dia percebi algo errado. Uma amiga comprou um teste de farmácia e deu positivo. Chorei, dei risada, fiz tudo junto. Na segunda, foi a mesma coisa. Mas desta vez o primeiro teste de farmácia deu negativo. Só depois de três tentativas que percebi que podia ser a marca. Troquei e dai deu positivo!" COMO FORAM AS GESTAÇÕES? "Na primeira, fiquei muito chata. Tudo me irritava, desde o telefone tocando até os outros perguntando se eu estava bem a todo momento. Foi muito difícil para o meu marido, porque sempre fui brincalhona. Cheguei naquele momento do “não toque em mim”. E acho que o motivo foi o choque do começo. A gente tinha dois anos de casados e três de relacionamentos. Era uma relação muito jovem, na fase de viajar bastante, curtir um namoro que a gente quase não teve." "Para mim, ficar grávida não foi tão legal como para outras mães. Fiquei muito inchada, o peito e as costas doíam, sofri um pouco. Isto também contribuiu para eu...
Leia mais

No Ninho: Andrea Viera + Alix

Se você conhecer um pouquinho da rotina da estilista e diretora criativa Andrea Viera, você provavelmente diria que ela não seria a pessoa mais indicada para ter um filho. Porém, mesmo com uma vida louca – ela mora em São Paulo (onde tem sua própria marca, a Pat Pat’s), no Rio (cidade na qual é diretora da marca da mãe, a estilista Patrícia Viera) e no Uruguai (onde o marido trabalha) - ela foi contra tudo (- e todos), hoje é mãe da pequena Alix, de oito meses, e garante: “Sou mãezona, não tive filho para não cuidar!” A gente passou um dia muito gostoso com elas em São Paulo, onde a fotografa Fernanda Bozza fez um ensaio lindo da dupla para um No Ninho pra lá de especial. Vem ver os cliques e um bate-papo sobre enxoval, gestação e o lado nada glamuroso da maternidade, segundo Andrea: VOCÊ SEMPRE QUIS TER FILHO? “Nunca quis ter filho como projeto de vida. Ter um bebê seria uma consequência de uma vida de casada, de um processo natural. E a Lix não é a minha vida, e sim parte dela. Para começar, comprei um cachorro para ver se eu conseguiria cuidar, pelo menos dele. Claro que não tem comparação um bebê com um cachorro, era apenas para entender se conseguiria ter alguém dependendo de mim. E deu certo, percebi que estava pronta.” E COMO FOI O PROCESSO DE TENTATIVAS? “Achei que seria fácil, mas não foi. Descobri que não ovulava. Entrei em uma paranoia achando que a culpa era minha, que...
Leia mais