Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

No Ninho: Renata + Catarina

A fotógrafa Rejane WolffFornecedoresREJANE WOLFFFotografiaSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior)Leia mais compartilhou com a gente um ensaio lindo que fez com a mãe de primeira viagem Renata e sua pequena Catarina. Adoramos as fotos bem “mãe e filha” e aproveitamos para bater um papo com Renata sobre maternidade, gestação, parto, rotina do sono e amamentação. Vem ver as dicas do que funcionou na casa dela, e os cliques cheios de estilo que Rejane fez:

no-ninho-rejane-wolff-renata-23

QUANDO DESCOBRIU QUE ESTAVA GRÁVIDA, QUAL A PRIMEIRA COISA QUE PASSOU NA SUA CABEÇA?

A única coisa que passava pela minha cabeça todos os dias era o desejo que aquela gestação finalmente desse certo. Era minha terceira gravidez no período de apenas um ano, uma vez que as duas anteriores não vingaram. Na primeira foi diagnosticado anembrionária (quando o óvulo fecundado se instaura no útero, mas o bebê não se desenvolve) e na segunda, ectópica (quando o óvulo fecundado implanta-se fora do útero). Então, cada resultado positivo significava um misto de alegria, medo e incertezas.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

COMO ESTAVA SUA VIDA NESTE MOMENTO?

Minha vida estava completamente voltada ao desejo da maternidade, pois eu sempre amei crianças e simplesmente não entendia porque a minha não chegava logo. Eram consultas infinitas, exames e mais exames, novenas e promessas, além da superação dos traumas anteriores. Até que um dia, no momento certo, apenas com a intervenção divina, tudo se encaixou perfeitamente.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

no-ninho-rejane-wolff-renata-24

COMO FOI A GESTAÇÃO DA CATARINA? ELA NASCEU DE QUANTOS MESES?

A gestação da Catarina foi muito tranquila. Não tive enjoos, nunca passei mal, fiz exercícios e trabalhei até praticamente o último instante. Com 37 semanas e 4 dias, ela simplesmente resolveu que era hora de nascer, rompeu a minha bolsa e antecipou um pouquinho a sua vinda ao mundo, nos surpreendendo desde o nascimento.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

VOCÊ CHEGOU A PESQUISAR AS DIFERENÇAS DE PARTOS? TINHA ALGUMA RESTRIÇÃO OU PREFERÊNCIA?

Não sou de pesquisar muito sobre essas coisas. Tinha preferência pelo parto normal e meu obstetra me incentivou muito a fazê-lo, mas quando realmente chegou a hora, a única coisa que pedi foi: “faça o que for melhor e mais seguro para a minha filha”. E assim, de coração aberto, sem qualquer frustração, vivi intensamente o momento mais emocionante da minha vida, da maneira como foi possível: parto cesárea.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

VOCÊ SE PREPAROU DE ALGUMA FORMA PARA O PARTO, FEZ ALGUMA COISA QUE TE AJUDOU E PODE COMPARTILHAR COM A GENTE?

Fiz diversas coisas: caminhada, pilates, hidroginástica, drenagem e terapia, além de tomar muito cuidado com a alimentação. Não consegui ter o parto normal, porque não tive nenhum dedo de dilatação. Porém, de todas as coisas que fiz, três foram fundamentais para uma gestação saudável e até mesmo para um melhor pós-parto: 1) Suco verde em jejum todas as manhãs, para o regular funcionamento do intestino, o qual incorporei na minha vida e tomo até hoje; 2) Hidroginástica, para controlar o peso e aliviar o inchaço; e 3) Terapia, sempre, antes e depois, para cuidar da minha mente e auxiliar na compreensão do que estava por vir.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

COMO FORAM OS PRIMEIROS DIAS DA CATARINA EM CASA? ALGUMA DICA PARA AS MÃES DE PRIMEIRA VIAGEM?

Essa é uma questão complexa que as mães não costumam falar e eu, sinceramente, não entendo o porquê. Quando a mulher está grávida, ninguém fala a ela que existe um lado “B” da maternidade ou que o tal “amor incondicional” pode não surgir imediatamente. E por mais que a Catarina tenha sido extremamente desejada e desde o começo uma criança muito boazinha, os primeiros dias foram dificílimos. Sempre cuidei de crianças, mas, naquele momento, não sabia lidar com o fato de estar há várias noites sem dormir, passar o dia inteiro com o mesmo pijama cheirando a leite, ficar três dias sem lavar o cabelo… Se para tudo o que é novo na vida nós precisamos de um período de adaptação, com a maternidade não poderia ser diferente.

Assim, minha dica é: não dê ouvidos a tantos palpites, nem exponha demais ou compare o seu filho com outras crianças. Siga seus instintos e faça o que for melhor para a vida e a rotina de vocês dentro de casa. Quando nasce um filho, automaticamente nasce uma mãe, a qual em pouco tempo superará todas as suas dificuldades e não conseguirá imaginar uma vida sem a experiência da maternidade.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

FOI TRANQUILA A AMAMENTAÇÃO? ELA MAMA OU PAROU QUANDO?

Passados os primeiros dez ou quinze dias, nos quais eu tinha vontade de chorar a cada mamada, uma vez que os bicos dos meus seios ficaram quase em carne viva, tudo transcorreu naturalmente. Não tive qualquer dificuldade, visto que a Catarina já teve uma pega boa desde a maternidade. Mamou até o primeiro ano, quando entrei com o complemento.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

ALGUMA DICA QUE RECEBEU OU DO QUE FEZ QUE PODE COMPARTILHAR?

Aqueles bicos de silicone foram fundamentais nos primeiros dias, pois quando eu estava com muita dor, intercalava as mamadas, uma com o bico e outra sem. Funcionou super bem para mim, não atrapalhou a pega nem a amamentação.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

JÁ DEU PARA COLOCAR UMA ROTINA DO SONO E ALIMENTAÇÃO? O QUE FUNCIONOU E O QUE NÃO FUNCIONOU NO SEU CASO?

Passada a adaptação inicial, a partir do primeiro mês comecei a estipular horários, por exemplo: não amamentar com intervalo inferior a duas horas; às 21h00 escurecer a casa e fingir que todos estavam dormindo; ou dar banho todos os dias no mesmo horário. Para mim funcionou perfeitamente, pois com dois meses a Catarina era praticamente um reloginho, com quase todos os horários definidos.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

QUAIS RECURSOS RECORRE NA HORA DE BRINCAR?

Gostamos de sentar no chão, pintar com tinta, correr na rua, aproveitar um parque… Sempre fiz isso com as crianças da minha família, então não seria justo deixar de fazer com a minha própria filha. Celulares e tablets ainda são proibidos. Televisão, uns quarenta minutos, mais ou menos, após o jantar. Esses artifícios eletrônicos deixo apenas para os momentos de maior necessidade, como um passeio longo de carro ou um jantar em um restaurante.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

COMO E ONDE VOCÊ FEZ O ENXOVAL? PODE DAR UMA BOA DICA PARA AS MÃES QUE ESTÃO COMEÇANDO A PLANEJAR OS SEUS?

Sempre tive vontade de fazer o enxoval fora do país, principalmente pelo custo-benefício, mas em decorrência das perdas anteriores, tive muito medo de viajar e ter algum problema no exterior. Então, minha sogra e cunhada foram a Miami no meu lugar. Nesse aspecto, minha dica para as mamães, em especial as de primeira viagem, é: contrate um personal shopper! Assim, você certamente economizará, comprando apenas o necessário.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

O QUE COMPROU E USOU/USA MUITO? E O QUE NUNCA USOU?

Body, muitos bodies. A Catarina vive de body até hoje, pois acho demais a aparência de “bebezona”, que poderia durar para sempre. A máquina de fazer papinha foi o produto do enxoval pelo qual mais me apaixonei, uma vez que é muito prática. Ela descongela e cozinha os legumes no vapor (super saudável!), e desliga automaticamente quando estiver pronto (sensacional!), além de triturar os alimentos, caso as mães sejam adeptas disso. Como vivo na correria, adoro esses produtos que facilitam as nossas vidas.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

ALGUM PRODUTINHO DE BELEZA QUE DEU CERTO COM ELA?

A pomada Calêndula Babycreme, da Weleda. A Catarina tem a pele muito sensível, com alergia até à nistatina, que é exatamente o princípio ativo do tratamento de assaduras. Então, após várias tentativas, essa pomada foi a mais natural que encontrei nas farmácias e ela se adaptou direitinho.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

QUAIS MARCAS DE ROUPAS VOCÊ RECOMENDA?

Para o dia a dia, se tiver a facilidade de comprar fora, certamente Carters é tudo de bom: boa, bonita e barata. Também adoro o estilo da Gap e da Polo Ralph Lauren, além de ser completamente apaixonada pela Janie and Jack. Para comprar no Brasil, gosto da modinha e custo-benefício da Zara. Para ocasiões mais especiais, amo Paola da Vinci e Salamê Minguê.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

COMO É A PARTICIPAÇÃO DO PAI? VOCÊS DIVIDEM AS TAREFAS?

Aqui em casa não tem essa história de pai se vangloriar porque trocou uma fralda ou então ser intitulado “ajudante de mãe”. Pai é pai, com os mesmos deveres e responsabilidades da mãe. A partir do momento em que o meu marido chega em casa, ele ajuda em tudo. De segunda-feira o futebol dele é sagrado, então fico sozinha com ela. De quinta-feira eu janto com as minhas amigas, então ele se vira. E assim vamos nos ajudando, longe de vivermos em um comercial de margarina, mas sempre tentando mostrar à nossa filha que ela pode contar igualmente com os dois, pois ambos somos e sempre seremos o seu porto-seguro.

No ninho, Rejane Wolff, Renata, Ensaio, Quartinho de menina, Mã

(Fotos: Rejane WolffFornecedoresREJANE WOLFFFotografiaSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior)Leia mais)

Veja também: As impressões de Monica Salgado sobre a maternidade

E mais: Dicas valiosas para curtir as férias com crianças na praia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *