Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

No Ninho: Rejane Wolff e Branca

O primeiro No Ninho de 2016 traz uma dupla conhecida – e muito querida – por nós: a fotógrafa Rejane Wolff FornecedoresREJANE WOLFFFotografiaSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior)Leia maise a pequena Branca. O lado profissional da mamãe de primeira viagem, nós conhecemos bem. Responsável pelos cliques de alguns dos casamentos mais badalados do interior de São Paulo, ela aparece com frequência no nosso blog dedicado ao assunto. Por aqui, Rejane nos mostra um pouco do seu dia-a-dia com a família, bem como concilia sua agenda lotada de festas com as dores e delícias da maternidade.

Os cliques foram feitos pelo papai, o também fotógrafo Daniel PolettoFornecedoresREJANE WOLFFFotografiaSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior)Leia mais:

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-9

QUAL A PRIMEIRA COISA QUE PASSOU NA SUA CABEÇA QUANDO FICOU SABENDO QUE ESTAVA GRÁVIDA?: “Quando fiz o teste de farmácia fiquei passada, com cara de boba, não acreditava. Nós estávamos planejando engravidar, mas confesso que tinha certeza que iria demorar. Meu esposo até foi na farmácia comprar um segundo teste, e mesmo dando positivo, ainda não tinha certeza. Isso tudo aconteceu em uma sexta-feira à noite e no dia seguinte iríamos fotografar um casamento. Então, só no domingo de manhã fui ao hospital fazer o exame. A sensação foi engraçada. Estava super feliz, mas ao mesmo tempo bateu aquele sentimento de “e agora???”. Acho que toda gestante passa por esse mini desespero. rs!”

E COMO ESTAVA SUA VIDA NESSE MOMENTO?: “Eu e o Daniel estávamos casados há quase 8 anos quando resolvemos engravidar. Nós nos casamos muito novos, com pouco tempo de namoro e decidimos que iríamos “namorar” depois de casados. Foi muito gostoso, porque a gente aproveitou muito. Viajamos para muitos dos lugares que queríamos, saíamos para comer fora ou passear tarde da noite, não tínhamos horário fixo para nada. Com tanto tempo de casamento todo mundo nos cobrava por um bebezinho, mas cada um tem o seu momento. Eu sempre soube que queria ser mãe, mas até então não sentia que era hora.

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-3

COMO CONTOU PARA A SUA FAMÍLIA?: “Para contar para os avós a novidade, mandamos bordar em um body de bebê a frase “Eu amo a vovó” e em outro “Eu amo o vovô” e demos de presente para eles. Quando as avós abriram o presente e viram a roupinha caíram no choro na hora.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-body-1

VOCÊ SE PREPAROU PARA O PARTO DE ALGUMA FORMA DURANTE A GESTAÇÃO?: Frequentei um grupo de gestantes, me informei, li muito e estava tudo caminhando bem para o parto normal. Em relação à preparação física, minha rotina não mudou muito. Confesso que não fiz tantos exercícios como deveria, mas cuidei mais da alimentação e fiz drenagem, pois inchei muuuito. Ainda bem que já perdi quase todo o peso ganhei na gravidez, que não foi pouco – ao total 22 quilos!!”

E ELA NASCEU DE PARTO NORMAL?: “Não. Exatamente na véspera de completar 40 semanas, entrei em trabalho de parto (ela nasceu na madrugada seguinte, ou seja, na data prevista do parto). Meu plano era ficar durante quase todo o trabalho de parto em casa, e ir para a maternidade quando a Branca já estivesse perto de nascer. Para isso, eu tinha o auxílio de uma doula e uma enfermeira, além do meu esposo. Infelizmente, quando a bolsa rompeu, vimos que havia mecônio no líquido e minha pressão arterial começou a subir bastante. Corremos para a maternidade e quando chegamos lá a bebê tinha começado a passar por sofrimento fetal, já estava com taquicardia, e por isso, depois de 9 horas de trabalho de parto (a maior parte com contrações de 1 em 1 minuto) e apenas 3 dedos de dilatação, precisei fazer uma cirurgia cesárea de emergência. Sou grata à Dra. Patrícia Varanda e a essa cirurgia que salvaram a vida da minha filha.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-11

PASSADO O SUSTO, COMO É A ROTINA DA BRANCA, A PARTICIPAÇÃO SUA E DO SEU MARIDO?: “Participo 100% do tempo. A gente optou por não ter uma babá, pelo menos nesse começo. Quem cuida da bebê somos eu e meu esposo, que é um super pai. Por enquanto, a rotina dela ainda é super intensa, a gente está passando por aquele momento que acha que não vai sobreviver a esse furacão que vira nossa vida. rs! Desde a saída da maternidade, buscamos estabelecer uma rotininha. A Branca mama a cada três horas (mas é claro que se tem fome dou de mamar antes), depois temos um tempinho de “brincar”, e depois tira uma soneca. Desde o começo quis estabelecer um horário certinho para ela acordar e para ir dormir, para que ela acertasse o seu relógio biológico. Às 19 horas, damos um banho mais relaxante, a trocamos em um ambiente mais quietinho, apenas com a luz de um abajur, e ela dorme.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-6

E COMO FOI VOLTAR AO TRABALHO?: Não parei em nenhum momento durante a gestação (fotografei até 39 semanas), e na verdade não consegui parar quase nada depois do parto. Realmente gostaria de ter o privilégio de uma licença-maternidade e ficar focada alguns meses apenas na minha bebezinha, mas minha profissão não permite. Com 35 dias de vida da Branquinha, já voltei a fotografar aos sábados. Mas, minha profissão também tem suas vantagens: posso ficar em casa com a bebê quase o tempo todo durante a semana, pois tenho home office e faço as edições das fotos em casa (vou ao meu ateliê apenas com horário agendado para fazer atendimentos).”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-5

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-8

NO QUE PENSA QUANDO OLHA PRA ELA?: “Em como é possível sentir tanto amor. É claro que a Branca foi desejada e eu sempre soube que uma mãe ama seus filhos, mas é completamente diferente SENTIR esse amor. Para mim, foi algo instantâneo, no momento que a vi pela primeira vez. Amo ficar apertando, beijando, cantando musiquinhas para ela enquanto mama. É tipo um amor de Felícia. rs!

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-7

A BRANCA DORME BEM?: “Essa é a parte mais difícil até agora. A Branca sente sono, mas “briga” muito com ele. Ela até adormece rápido, mas normalmente nas sonecas durante o dia acorda depois de pouco tempo, mesmo estando sem cólica, de fraldinha limpa e barriguinha cheia. Confesso que para nós tem sido a parte mais difícil. À noite ela dorme mais profundamente, mas ainda acorda para mamar.”

E A HORA DE MAMAR, ALGUMA DICA OU TRUQUE TE AJUDOU E PODE NOS CONTAR?: “Graças a Deus, a Branca sempre mamou bem. Nos primeiros dias, tive uma fissura que doía muuuito, a ponto de chorar quando ela começava a mamar. Chamei uma consultora em aleitamento materno em casa para me ajudar, e usei bastante a pomada Lansinoh até a fissura cicatrizar. Hoje, não dói nada e fico feliz em poder amamentar minha filha. Minha dica é não esperar o problema se agravar. Ao ter dor, fissura ou qualquer outro sintoma ruim, procure rapidamente o banco de leite da maternidade ou então chame uma consultora para te ajudar.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-12

E QUEM É A REJANE DE ANTES E A DE AGORA?: “É um pouco clichê dizer isso, mas aquela máxima de “nasce uma mãe, nasce uma culpa” é totalmente verdadeira. A gente fica o tempo todo se cobrando, pensando se está tomando as melhores decisões, se está fazendo tudo correto. Ter a família por perto é fundamental (e haja paciência deles para nos aguentar nos baby blues!) Também acho que aprendi a julgar menos. Antes, via algumas mães tomando algumas atitudes e não entendia, julgava sem pensar, mas hoje, vejo com outros olhos, pois todo mundo tem as suas dificuldades e sua maneira de lidar com elas.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-4

COMO E ONDE FEZ O ENXOVAL?: Comprei a maior parte das coisas nos EUA. Viajei com 4 meses de gestação e foi uma época ótima, pois ainda sentia bastante disposição física. A dica é pesquisar muito pela internet antes de comprar, e também fazer um roteiro das lojas, inclusive já salvando os endereços no GPS. Vale muito a pena comprar algumas coisas pela internet e mandar entregar no hotel (carrinho, por exemplo, pois, muitas vezes, as lojas não têm exatamente o modelo ou a cor que você deseja), e também outros itens que achei na promoção no site da Amazon. Também vale se cadastrar nos sites das marcas para receber no seu email cupons de desconto, que nos EUA são descontos “de verdade”.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-1

O QUE COMPROU E USOU MUITO?: “Estamos usando muito os macacões de botão na frente e pezinho, pois são muito práticos, especialmente quando a gente tem que trocar o bebê no meio da noite. Comprei muitas roupas da Carters, H&M e da GAP, e deixei para comprar as roupas mais “arrumadinhas” aqui no Brasil mesmo, pois achei os preços estão similares, já que o dólar está super alto.”

ALGUM PRODUTINHO DE BELEZA QUE DEU CERTO PARA VOCÊ E PARA ELA?:Adoro o sabonete líquido da Granado, que tem um cheirinho ótimo, sem ser forte demais. Na gravidez, usava óleo Johnson’s na barriga no fim do banho, e depois pomada Bepantol, que originalmente é feita para assaduras de bebê, mas que tem ótimo poder hidratante.”

cz-babies-kids-no-ninho-rejane-13-1

(Foto: Bia Soave)

(Fotos Rejane e Branca: Daniel PolettoFornecedoresREJANE WOLFFFotografiaSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior)Leia mais)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *