Casamentos Casa & Decor 15 anos

Navegue como ou

No Ninho: Fernanda Bozza + Olivia

Quem nos acompanha aqui no blog e no Instagram, já viu diversos cliques fofos da fotógrafa Fernanda Bozza. Mas hoje, ela passa para a frente das câmeras, de outra querida parceira nossa, a Vivi GuimarãesFornecedoresVIVI GUIMARÃESFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais, para um No Ninho ao lado da pequena Olivia, de sete meses.

Fotografando bebês e famílias desde 2007, Fernanda Bozza fez um verdadeiro laboratório antes de decidir que era hora de começar sua própria família. Seus planos demoraram um pouco, foram dois anos de tratamento para engravidar e um quadro raro de vasa prévia (explicação abaixo), que fizeram Olivia, a estrela deste ensaio, chegar prematuramente, aos sete meses. Mas o importante, é que ela nunca desistiu, e o resultado é uma linda história com um “final” mais que feliz. Vem ver as dicas desta mãezona e o ensaio maravilhoso da Vivi Guimarães. 

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-28

SEMPRE QUIS SER MÃE OU TEVE UM MOMENTO ESPECIAL?

Chegou o momento que eu também queria viver tudo aquilo que fotografo na casa das pessoas. Já estava com 33 anos, e o relógio biológico pedia. Mas, acredito que o dia mesmo foi quando minha cunhada engravidou do segundo filho e eu ainda não tinha pensado no primeiro. Foi a hora de parar e focar na minha família.

E FOI RÁPIDO ATÉ ENGRAVIDAR?

Não, tive que fazer tratamento, demorou dois anos. Fiz primeiro indução à ovulação, com injeção, depois duas inseminações e, por último, duas fertilizações (FIV). Foi um pouco estressante, porque o processo de todo mês descobrir que não deu certo é frustrante. O que recomendo é fazer em lugares diferentes, com técnicas diferentes.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-16

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-19

VOCÊ PODE NOS CONTAR COMO FUNCIONAM OS TRATAMENTOS?

Para induzir à ovulação precisa de dedicação. Você se entope de hormônio, o que para algumas mulheres já é o suficiente para mexer muito com o psicológico. Eu engordei, mas não muito. Depois, quando está chegando o período de ovulação, você precisa ir em dias alternados à clínica para ver se os óvulos estão crescendo, se vai ovular como o esperado. Tem que ter relações sexuais naqueles dias exatos. Não é fácil parar a vida do casal e planejar minuto a minuto.

Na FIV, cada mulher tem um efeito colateral diferente. Eu tive hiperestimulação dos ovários. Ou seja, eles que têm, normalmente, três centímetros, ficaram com dez no meu caso. E o risco é de torcerem. Precisei ficar de repouso 15 dias. Aqui, a decepção foi um pouco maior, porque o resultado saiu em três dias, e o primeiro não deu certo. Mesmo assim, não pude sair da cama por 12 dias.

O importante é não desistir. Meu marido ficou firme e forte comigo, até descobri uma outra clínica. Fui e deu certo. Hoje, olho para trás e digo: “foram só dois anos, tem gente que tenta muito mais.”

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-24

COMO FOI A GESTAÇÃO DA OLIVIA?

Super tranquila. Fiquei muito ansiosa para contar para todos. É um momento gostoso, você não faz ideia. Curti muito minha gestação, apesar de ser rápida, ela nasceu de sete meses.

Tive uma hemorragia, eram seis horas da manhã. Fui para o hospital achando que seria internada para ficar de repouso, ela nasceu às 9h10! Foi muito louco, porque passei por todos os lugares que sempre entrei para fotografar os outros em momentos felizes, e o meu era de tensão.

Tive um quadro raro de vasa prévia, que é quando a veia principal da placenta (que alimenta o bebê) gruda no útero. Conforme ele vai crescendo, ela vai esticando, e um dia estourar.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-23

COMO FOI O PARTO?

Dentro do quadro, super bem. Não precisou nem ser entubada. O que digo hoje é o quão importante é ter uma equipe boa. A rapidez do meu médico e de todos, incluindo a pediatra que estava no centro cirúrgico, foi fundamental, porque por muito pouco não começou a faltar oxigênio para a Olivia.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-8

CONSEGUE DESCREVER COMO VOCÊ SE SENTIU NESTE MOMENTO? 

Fiquei divida entre uma felicidade por ela estar bem, mas triste/frustrada por não ter feito tudo que tinha planejado. Meu ensaio de grávida era na semana seguinte, e não tive. As fotos do parto também não. O chá de bebê não aconteceu. Estava fazendo pilates para tentar parto normal, mas foi preciso uma cesárea. Aquela alegria de voltar para casa com o bebê, idem… Coisas que são muito importante para a grávida, não importa o que te falarem. Hoje já superei, mudei o foco e já fiz várias fotos lindas dela. Já penso no primeiro aninho. Fiz uma série da evolução dela na UTI durante os 40 dias. Hoje não estou mais divida!

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-20

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-21

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-6

COMO VOCÊ PARTICIPOU DA EVOLUÇÃO DA OLIVIA DURANTE O PERÍODO DA UTI? 

No hospital eles te estimulam a frequentar o banco de leite para se ocupar e ajudar um pouco no psicológico, e super recomendo. Precisava ir de duas em duas horas, me cuidar, tomar bastante água, me alimentar bem, tudo para produzir mais leite. Este era o alimento da minha filha, via sonda, o que poderia ajudá-la a sair de lá. E já que não pude ter parto normal, quis fazer de tudo para amamentá-la.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-4

no-ninho-fernanda-boza

E amamento até hoje. Como os bebês só aprendem a sugar com 34 semanas ainda na barriga da mãe, e a Olívia nasceu de 31, ela fez aula de fonoaudiologia na UTI. E antes que alguém pergunte, é o procedimento normal. Eram duas aulas na mamadeira e uma no peito. No começo tinha hora para dar de mama, depois virou livre demanda, que sigo até hoje. Me dá muuuito orgulho.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-14

E COMO FOI CHEGAR EM CASA COM ELA?

Foi uma delícia, mas diferente do que planejei. Sempre idealizei tudo. Era daquelas mães que queria parto normal, criar sozinha sem ajuda, usar sling, amamentar em livre demanda, fazer a dança materna… rs! Mas na vida real não é bem assim. Ficar 24 horas direto com o bebê não é fácil, uma hora você precisa ver, falar, fazer outra coisa. Tive uma enfermeira à noite no começo por conta da saúde dela, e hoje tenho uma babá para começar a voltar ao trabalho.

O QUE TE AJUDOU A SUPERAR ESTES PRIMEIROS MESES, E QUE PODE COMPARTILHAR COM OUTRAS MÃES QUE ESTÃO PASSANDO POR SITUAÇÕES SEMELHANTES?

Apegue-se nas pequenas conquistas. Comigo foi assim. Nasceu viva, ponto! Não foi entubada, ponto! No primeiro dia tirei três gotas, no segundo 5 ml de leite, ponto! Pesou e engordou um pouquinho, ponto! No final, você vai ver que está tudo bem, pode acreditar.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-13

COMO VOCÊ E SEU MARIDO SE COMPLETAM NO DIA A DIA DA OLIVIA?

Meu marido é show. Super participativo e tem suas próprias funções, o que acho legal também. O banho e o momento de ninar antes de dormir são dele. Aprendi faz pouco tempo estas tarefas, para os dias que ele não consegue chegar no horário.

APESAR DE MUITO NOVINHA, VOCÊ JÁ CONSEGUIU CRIAR UMA ROTINA PARA ELA? 

É um pouco difícil por conta da amamentação por livre demanda. Fiz Consultoria do Sono, e tento criar uma rotina em cima do dia dela. Não é tudo que aprendi que cabe na vida da Olivia, mas descobri que a cada duas horas cabe uma soneca. Hoje, faço ela tirar um cochilo entre duas e três horas. Dizem que após a introdução da comida, a rotina melhora.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-11

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-10

ALGUMA DICA DE ENXOVAL?

Como fotografo muitos bebês, aprendi que para os muito novos têm que ser body. Adoro body branco. E como fotógrafa, deixo a dica de só colocar vestidinho, camisa e roupinhas diferentes quando for um bebê maior, que senta. Elas são desconfortáveis quando se precisa manusear o bebê, e sobem a toda hora.

O QUE MAIS USOU OU USA?

A bomba de tirar leite da Medela, o carrinho da Britax, que é o mais barato e o definitivamente o melhor. Cadeirinha 45 graus de entreter o bebê. E bolsinha de água quente de ervas para cólica.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-15

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-9

PARA ENCERRARMOS, QUEM É A FERNANDA HOJE?

Ainda estou me descobrindo, tentando me posicionar nesta nova vida. Como sempre tive tudo no controle, não foi uma mudança fácil. Me descobri mais produtiva, aprendi que as coisas e problemas estão na nossa cabeça. E que hoje um dia feliz para mim é vê-la feliz, é passar um domingo em casa com a minha família. A gente se descobre feliz com programas simples e bobos.

ensaio-de-mae-e-filho-fernanda-bozza-vivi-guimaraes-26

(Fotos: Vivi GuimarãesFornecedoresVIVI GUIMARÃESFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais)

Veja também: E ensaio fotografado por Fernanda Bozza para o No Ninho

E mais: Saiba quais os momentos certos para fazer os ensaios de grávida e do bebê

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *