Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

No Ninho: Daniela Frugiuele + Rafa

Essa semana, no No Ninho, a gente apresenta uma dupla muito querida: a arquiteta Daniela Frugiuele, da Suite Arquitetos, e o Rafa, seu pequeno de um ano e oito meses. A família, que vive em São Paulo com o papai Gabriel, deu um show no ensaio fotográfico clicado pela nossa parceira Carla D’AquiFornecedoresCARLA D’AQUIFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais.

Dani, que já pensa em uma segunda gravidez, bateu o maior papo com a gente sobre maternidade, alimentação, rotina do sono, enxoval, e aproveitou para dar boas dicas de decoração para quem precisa montar o quarto do bebê.

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-8

PREPARAÇÃO DURANTE A GESTAÇÃO: “Não fiz nada, só li o livro ‘Crianças francesas não fazem manha’. E só li porque ganhei da minha irmã. Até o Rafa nascer, nunca tinha trocado uma fralda. E foi bom, porque a gente tem que aprender a ser mãe com os nossos filhos, não com curso e bebê dos outros.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-20

A DANI ANTES E DEPOIS DA MATERNIDADE: “Não sei se mudei muito, ou se me tornei mais consciente das coisas. Parei de viver pra mim e comecei a viver pra gente. Tudo o que faço no dia, vejo se isso pode atrapalhar minha relação com ele. E o que faço da vida, preciso pensar se aquilo vai afetar ele de alguma forma. Quero criar meu filho pro mundo, pra se relacionar com as pessoas, pra viver feliz. Então, não adianta ficar tentando ensinar ele a ‘pedir’, dizer ‘obrigado’ e ‘por favor’, se eu mesma esqueço de vez em quando.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-9

VOLTA AO TRABALHO: “Foi muito difícil, não gosto nem de lembrar. Mas sabe que a tecnologia me ajudou, porque hoje tem câmera que você olha no celular. E uso para matar a saudade mesmo, nem é para vigiar.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-10

ENTRANDO NO DIA A DIA DO RAFA: “Como o Rafa acorda muito tarde, fico pouco com ele de manhã, mas no meio do dia, venho para dar o almoço e banho, e a noite também sempre faço questão de ficar aqui.”

Daniela Frugiuele e Rafa

“Li uma vez que a pessoa que dá o banho no bebê é a que ele mais confia e se sente segura. No começo, fiquei apavorada, porque na maternidade, o primeiro foi traumatizante. Ele urrou do começo ao fim, entrei em desespero. Ainda bem que a babá me ensinou e eu consegui reverter a situação. Hoje, acho que é uma das partes mais gostosas do nosso dia.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-11

ROTINA DE SONO: “Ele é super dorminhoco, dorme das 21h às 9h, direto. O que deu certo pra esticar essa rotina de sono foi tomar muito cuidado na hora da amamentação. Nunca cheguei no quarto dele às 7h acendendo a luz e dando “Bom dia!”. Acredito que isso tenha o estimulado a dormir direto. (rs) Não tenho outro filho para comparar, mas acho que a calma e o bom humor dele vem desse sono profundo.”

Sou chatinha com rotina desde que ele nasceu. O Rafa acorda às 9h, come, brinca até às 12h, quando almoça, toma banho e vai tirar uma soneca, que dura umas duas horas. Depois que acorda, fica livre e brinca até a hora de dormir, por volta das 21h.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-7

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO: O Rafa nunca comeu doce, açúcar, bolacha… Porém, não porque proíbo, mas porque eu não como. Acho que tudo é uma questão de exemplo. Não como bolo e rosquinha no café da manhã, então ele não vê, não tem porque querer.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-18

TV, SIM OU NÃO?: Meu pediatra pediu para não deixá-lo na frente da TV e do Ipad, porque é importante ele buscar estímulos próprios e não só receber. Tento evitar ao máximo e vejo o resultado disso no dia a dia. Quando ele fica sozinho, ele começa a procurar o que fazer e, do nada, se entretém com o pezinho, com alguma coisa da mesa, com um livro. É muito diferente das crianças que só recebem estímulos, sem produzir nada. E isso ajuda muito na vida social. O Rafa não fica impaciente na mesa do restaurante, nem chora no meio do shopping…, tudo porque aprendeu a procurar o que fazer.

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-21

MEDO DE MIMAR DEMAIS: “Tenho, claro, mas me apego na rotina. Acho que é a melhor saída não fugir de uma programação. Agora, por exemplo, ele quer banana, mas daqui a pouco vai almoçar, então não dou. Limites são importantes para o futuro, para entender e aceitar quando receber um “não” lá fora.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-19

Não tirei nada dos meus móveis e objetos de decoração. Deixo tudo na altura dele e ensino no que pode e no que não pode mexer. Acho muito erradas as mães que tiram tudo da casa com medo de quebrar. Isso não adianta, porque quando ele for na casa dos outros vai mexer, e não porque é mal educado, mas porque nunca viu nada daquilo.”

Nenhuma criança vai morrer de fome com um prato de comida na frente. Li isso uma vez e levei pra vida. Se ele quer fazer birra, eu deixo ele se acalmar, e quando parar e quiser comer, ele come.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-23

A ESCOLHA DA EDUCAÇÃO: É um horror, uma máfia as escolas de São Paulo. Me lembro que quando ele estava com três meses, uma amiga me recomendou fazer a matricula para garantir a vaga. Achei que ela estava louca, mas fui atrás e já não consegui.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-13

“Na hora de escolher, pesou uma estrutura pequena, para ele não se tornar mais um, e espaço de lazer. A que mais gostei era bilíngue, o que também acho legal e importante, porque nessa fase eles são esponjas, absorvem tudo.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-12

ENXOVAL: Fiz em Miami e Nova York. E fiz lá por uma questão de preço e possibilidades. As coisas funcionais aqui são um absurdo de caras e nem sempre possuem os melhores modelos.”

“Peguei 500 listas, fui embora com meu marido e comprei por instinto. Como sou bem básica e prática, coisas como aquecedor de mamadeira jamais compraria. Era fato para mim que ele ia ser acostumado com mamadeira em temperatura ambiente.

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-25

“Roupinhas, também compro grande parte fora. Aqui no Brasil, gosto daquela loja ‘Rose & Bleu’, que tem peças mais clean, bem no estilo que gosto de vestir ele. Outra que ele usa bastante é a ‘Mercatore’, uma marca de Recife.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-24

“O que comprei e não usei foi aquela redinha de colocar fruta para o bebê chupar. Agora, o que usei muito e recomendo foi: aqueles protetores de trocador com elástico; e potinho de papinha térmico, que ajuda muito no dia a dia.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-14

Tenho dois carrinhos. Um com moises, que é um trambolho, mas como bebê fica muito no berço quando nasce, ele foi fundamental para o Rafa ficar o maior tempo com a gente na sala, na cozinha e até pra ir andar no parque. O outro é um daqueles estilo guarda-chuva, que fica no meu carro e uso pra sair.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-15

MONTANDO O QUARTINHO DO RAFA: “Foi um projeto clean para poder mudar sempre. Entendo que, daqui a pouco, ele não vai mais querer os bichinhos e esses móveis, por isso, escolhi uma base neutra para facilitar o processo. Como quis um ar mais moderninho e os móveis precisavam ser funcionais, desenhei muitas coisas, como a poltrona, o tapete e o trocador, e os que comprei, como o berço, optei pela estética dos cantos arredondados.”

babies-constance-zahn-no-ninho-carla-daqui-2

(Fotos: Carla D’AquiFornecedoresCARLA D’AQUIFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais)

1 comentário

  1. Cristiane Zalaf 20 de agosto de 2015

    Adorei!! O estilo de maternidade da Daniela é muito parecido com o meu, me identifiquei demais!! Meu filho tem 3 anos e meio e posso dizer que levar a maternidade de uma forma leve, respeitando o tempo do bebê mas ao mesmo tempo impondo limites é fundamental!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *