Casamentos Casa & Decor 15 anos

Mães

Exibindo página 17 de 1751

Navegue como ou

Sophie the giraffe

O que essas 3 mini-celebridades têm em comum? Todas estão com sua Sophie the Giraffe em mãos. Essa simpática girafinha, conhecida entre os pequenos franceses há mais de 49 anos (seu nome original, portanto, é Sophie La Girafe) , virou febre entre as mini celebrities de Hollywood. Sophie ‘A Girafa’ não é apenas um brinquedo bonitinho, ela é um mordedor. E por isso, não sai das mãos - e da boca - das crianças. Qual a diferença da Sophie para os demais mordedores? O que dizem é que ela tem  o tamanho ideal para caber nas mãozinhas dos bebês, fica fácil de segurar até para os menorzinhos. E as pernas da girafa, por serem longas, massageiam a gengiva toda de uma vez e alcançam os molares. Ela é feita 100% de borracha natural, pintada com tinta de alimentos, não possui nenhum tipo de material tóxico... sem contar que é uma gracinha!! Quem quiser comprar pela internet, encontra na Amazon. E quem quiser conhecer toda a coleção de produtos da Sophie, entra no site da...
Leia mais

Passeando com estilo

Alguns dizem que estilo vem de berço... ... mas pode vir de carrinho também! ;) Foto: Elizabeth...
Leia mais

Sexo do bebê: saber ou não saber?

Descobrir o sexo do bebê antes do nascimento é uma opção muito pessoal. E é escolha dos pais quererem ou não esperar. Muitos optam pelo suspense na gravidez, pois dizem que dá mais emoção no parto, e querem cultivar a surpresa à moda antiga. Sem as expectativas de sexo, sem a ansiedade de traçar todo um futuro (o que vai estudar, que esportes vai praticar, etc) para o bebê que ainda nem nasceu, a chegada do "desconhecido" vem como um presente-surpresa. (*Quem quiser fazer parte deste time, deve avisar o médico o quanto antes, para que ele não revele o sexo do bebê acidentalmente quando analisar os resultados durante a ultrassonografia!) Outros são mais objetivos, afirmam que há maior praticidade na hora de escolher a decoração do quarto, as roupas e o nome. Até porque as opções "unissex" são relativamente limitadas. Muitos simplesmente não conseguem segurar a curiosidade – afinal de contas, nos dias de hoje o ultrassom revela por volta da 16ª semana qual é o sexo do bebê (e ainda há exames que oferecem a possibilidade de saber antes disso!). Como vocês fizeram ou farão? Quais foram os motivos que as levaram a esperar ou não? Contem pra...
Leia mais

Armazenamento das células-tronco

Deixando toda a polêmica em torno da pesquisa de células-tronco embrionárias de lado (já que não é disso que estamos falando), ao que parece, ainda há bastante discussão sobre o armazenamento particular das células-tronco de cordão umbilical. Pensando em todas as expectativas e esperanças nos avanços das pesquisas e dos tratamentos (pois, ao que tudo indica, estão ainda em estágio inicial), o armazenamento é uma "aposta". Uma aposta do tipo "seguro de saúde" -  a gente paga, mas espera nunca precisar usar. Mas é justamente em torno dessa questão - de quem se beneficiaria do tratamento - que gira a polêmica do armazenamento. Segundo a Anvisa, já foram feitos mais de 9.000 transplantes de sangue  utilizando como fonte o sangue de cordão umbilical. Mas foram transplantes alogênicos, ou seja, com sangue de cordão umbilical de terceiros (doadores) armazenados em bancos plúbicos. Transplantes em que doador = paciente (autogênicos), com sangue armazenado em bancos privados, parece que foram pouquíssimos. João Paulo Baccara, coordenador de Política Nacional de Sangue e Hemoderivados, explicou, em reportagem para a revista Época, que "a possibilidade de usar o cordão para a própria criança é mínima: de 1 para 20 mil", porque "a célula-tronco da criança traz todos os eventuais problemas que aquele adulto desejará tratar no futuro.'' Além disso, "o volume de sangue de um cordão é suficiente apenas para um paciente de até 50 quilos, ou seja, pouquíssimos adultos. Nos bancos públicos, podem-se juntar amostras de dois doadores compatíveis'', explica Patrícia Pranke, médica do Laboratório de Células-Tronco e Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical...
Leia mais

Carrinho duplo: funcional ou egoísta?

Preciso confessar que no último mês, em Londres, um fato me chamou muito a atenção. E confesso que foi de forma negativa. Imagino que deva ser ultra funcional esse carrinho de bebês duplo (imagem ao lado), mas, como mãe, sentiria uma enorme culpa em colocar um dos meus filhos na parte de baixo. Sentada em museus e lojas, analisei cada criança que passava num carrinho desses, e olha que são tão populares por lá que parece só ter esse modelo à venda! Na grande maioria, a criança de baixo não aproveitava nada o passeio, mesmo porque a única visão dela era o popô do irmão no andar de cima. Não experimentei e não me empolguei em fazê-lo. Se alguem tiver uma opiniao diferente ou uma experiência positiva, divida conosco! Afinal, vi tantos deles, que algo de bom deve ter!!...
Leia mais

Carimbado

Pezinho de bebê é a coisa mais linda - sejam eles magrinhos, gordinhos, pequenos, pouco importa, são todos irresistíveis! Para "guardar" as pegadas e as mãozinhas do seu filho para sempre é muito simples: basta entregar o xerox do pezinho a uma empresa que faz carimbos! E aí você pode carimbar cartas, cartões, presentes e dar às vovós corujas, titias, madrinha... Foto:...
Leia mais

Lladró para mamães

A Lladró é super conhecida por fazer os noivinhos de porcelana mais lindos do mercado. O que poucos sabem é que existe também uma coleção maravilhosa só sobre maternidade! Miniaturas de mamães, papais e bebês que encantam e fascinam. Ótimo para decorar batizados, chás-de-bebê ou ainda para presentear aquela amiga querida que acabou de...
Leia mais

1001 utilidades

Olhem só esse produto do site design -3000!  Com um design divertido de forminha de cupcake tamanho GGG, pode ser usado de diferentes formas - como tanquinho de areia, como banheira, piscininha: . E depois que a criança crescer e não couber mais, pode virar um vaso divertido para o jardim (rs): 1001...
Leia mais