Casamentos Casa & Decor 15 anos

Educação

Exibindo página 2 de 249

Navegue como ou

Como contornar a resistência da criança no primeiro dia de aula

A pediatra Alessandra Cavalcante, do Hospital e Maternidade São Luiz, dá dicas para os pais contornarem a resistência da criança no primeiro dia de aula. Desde os primeiros dias de vida, a criança desenvolve uma aceitação à rotina que lhe é imposta. Na maioria das vezes, as ações da criança durante o dia são interligadas às da mãe, que impõe horários e regras que contribuem para seu desenvolvimento. A necessidade de inserir a criança na escola é um processo que muda totalmente a rotina com a qual está acostumada. Ter horários diferentes, ver outras pessoas e conviver em um ambiente novo é muito importante, mas a iniciação da criança em uma escola pode se tornar um problema de adaptação não só para ela como também para os pais. Segundo a pediatra Alessandra Cavalcante, do Hospital e Maternidade São Luiz, o processo de adaptação é difícil, principalmente devido às mudanças de rotina. A criança passa a ter novas regras e horários diferentes, que devem ser respeitados pelos pais para que esse momento seja visto com naturalidade. “Nas primeiras semanas é normal que a criança chore, até conhecer bem o ambiente. Muitas vezes o choro não vem no primeiro dia, onde tudo é novidade, e aparece quando a criança percebe que aquela será sua rotina e que novas regras serão estabelecidas”, comenta. No caso dos bebês, que costumam ingressar a partir dos quatro meses na escola, a dificuldade de adaptação é tomada pela mãe. Mas, se for possível, é indicado que a criança entre na escola com dois ou três anos,...
Leia mais

8 dicas para escolher a escola ideal

Aproveitando que logo mais as crianças estão de volta às aulas, preparamos uma série de posts sobre o tema. Para começar, vamos falar um pouco sobre a escolha da escola ideal, uma decisão super difícil para os pais. Veja abaixo as dicas da pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz, Camila Reibscheid. Os valores de uma instituição de ensino comprometida com resultados influenciam diretamente no desenvolvimento da criança, por isso, é extremamente importante saber o que ela poderá oferecer. De acordo com a pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz, Camila Reibscheid, quando a criança se sente interessada pelo ambiente escolar, o entusiasmo para frequentá-la aumenta. O primeiro passo é transmitir confiança e acreditar no poder desta escolha. “Às vezes, é preciso pemanecer um período com a criança na escola e essa adaptação deve ser conjunta entre pais, crianças, professores e funcionários”, explica a pediatra. Os pais devem dar um voto de confiança, sem deixar de fazer todos os questionamentos possíveis. Para ajudar, a pediatra Camila Reibscheid lista oito questões importantes que devem influenciar nessa escolha: 1. Segurança: É importante verificar se a escola possui rampas, se as janelas dos andares superiores têm grades ou telas, se as escadas dispõem de corrimão com grade de proteção e se as tomadas estão protegidas. Também é preciso avaliar se o mobiliário é adequado. 2. Ambiente acolhedor: As crianças entram cada vez mais cedo na escola, com dois anos ou até menos. Nesta fase, ela precisará de estimulação cognitiva e, principalmente, afetiva. Como a mãe não está presente, o colo da professora...
Leia mais