Casamentos Casa & Decor 15 anos

Navegue como ou

Dicas de roupas, momentos e ângulos para fotografar crianças

Depois de dar dicas valiosas para tirar boas fotos com o celular, a fotógrafa Mel AlbuquerqueFornecedoresMEL ALBUQUERQUEFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais volta ao site com mais novidades. “Como mãe de dois, aprendi muitas coisas sobre fotografar crianças, na prática. Tirando a parte técnica, há dicas simples que sinto que eu tenho o dever e a missão de repassar para vocês”, conta ela que reuniu dicas de roupas, momentos e ângulos para fotografar crianças. Vem ver como eternizar os momentos de seus pequenos em cliques lindos e caprichados.

babies-dicas-para-tirar-fotos-das-criancas-por-mel-albuquerque-destaque

1 – O QUE VESTIR PARA FICAR BEM NA FOTO

Gosto de fotos e roupas claras. A sugestão é usar e vestir seus filhos sempre com roupas lisas, sem estampas e tons claros, de preferência tons pastel ou branco, mesmo. Uma boa combinação é camisa (ou blusa) branca com calça jeans ou jardineira jeans. Fica charmoso nas fotos e não distrai o olhar. O foco é na criança! E cores claras e sem informação deixam a foto mais “limpa”, arrumadinha, digamos.

“Se você gosta de fotografia e quer começar a caprichar um pouco mais nas fotos, pense nisso enquanto estiver caminhando no shopping. Aproveite as promoções! Blusas básicas são sempre úteis. A Zara geralmente tem blusas lisas. Minha filha ganhou uma bem fofa recentemente de rendinha e fica linda nas fotos. A Mixed também tem algumas opções. Acho que para menino é que é mais difícil, mesmo. Camisetas básicas da Hering, são alternativas. Se nada disso resolver, aquelas camisetinhas ou camisas pólo com a logo pequenininha, dão conta do recado.”

babies-dicas-para-tirar-fotos-das-criancas-por-mel-albuquerque2-1

2 – LUZ E ÂNGULO

Fotografe sempre na altura da criança. Ou seja, abaixe! Sente no chão, se achar melhor. Deixe a máquina à mão e, assim que começar algum movimento, alguma ação legal envolvendo as crianças, clique. Não precisa estar perfeito, não precisa ter só a criança no quadro. Não tem problema aparecer móveis ou uma baguncinha. Não se esqueça da regra dos terços que já dei aqui no site.  Outra coisa é aproveitar a luz das janelas. Escolha um dia que esteja razoavelmente claro e isso vai ser uma grande ajuda. Não acenda as luzes de casa, isso vai confundir sua câmera e amarelar as fotos. Abra todas as cortinas. E escolha sempre cantinhos que estejam iluminados para fotografar. Se estiver sem muita ideia, deixe brinquedos no chão, de lado pra uma janela e fotografe os pequenos ali mesmo. Janelas no geral rendem fotos lindas. Se o dia estiver bem claro e você tiver cortinas claras, teste fechá-las e usá-las como cenário de fundo. Você pode fazer silhuetas bem legais também.

babies-dicas-para-tirar-fotos-das-criancas-por-mel-albuquerque3-1

3 – QUE MOMENTO EU ESCOLHO PARA FOTOGRAFAR 

Primeira regra, e isso é uma regra muito importante: Não brigue com seu filho por que ele não quer fazer o que você pede. Não peça pra ele sorrir, dizer “abacaxi” ou ficar parado, sentado, pra você clicar. Vai estragar tudo e todo o clima harmonioso e naturalidade irá por água abaixo. “A realidade é dura, mas fato é que quando eles percebem que a gente precisa da colaboração deles, aí é que eles fazem o contrário, mesmo”, brinca Mel AlbuquerqueFornecedoresMEL ALBUQUERQUEFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais. Portanto, deixe rolar. Os momentos legais vão acontecer naturalmente e você precisa estar atenta. A sugestão é que você escolha um dia para fotografar e, na noite anterior, já vista a criançada com um pijama em linha com o raciocínio acima, para que assim eles já possam ser clicados na cama, meio dormindo, ainda.

Fotografe a rotina da casa, o ritual do café da manhã, eles deitados no sofá assistindo TV, subindo no banquinho pra escovar os dentes. Eternize o quanto eles são pequenos e se viram bem pra pegar as coisas, o tamanho deles deitados na cama ou no berço. São coisas que a gente pode não dar muita bola, mas que olhando pra trás será divino relembrar. Até as birras são fofas a longo prazo. Rs!  “Me lembro até hoje que adiei um dia a montagem do berço pra que eu pudesse fotografar o último dia da minha filha dormindo nele. Praticamente eu a acordei com o barulho da câmera clicando. Essas lembranças não tem preço”, conta Mel.

Fotografe o banho, eles se ensaboando, peça para alguém fazer uns cliques também de você interagindo com eles, ajudando-os a se vestir, brincando com eles, segurando as mãozinhas tão pequenas. O almoço, as coisas bobas, mesmo. É legal fazer isso de vez em quando para que assim, eles sintam que faz parte da rotina da casa tirar fotos às vezes e talvez eles nem se incomodem mais nas próximas vezes em que você pegar a máquina. “Uma situação que eu amo é uma mini bagunça na cama dos pais. Eu sempre faço isso nos meus ensaios de família. Não tem erro. Coloque uma colcha ou lençóis brancos, arrume as mesinhas de cabeceira para não eternizar a bagunça, e fotografe sem pena!”

(Fotos: Mel AlbuquerqueFornecedoresMEL ALBUQUERQUEFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais)

Veja também: 5 dicas para tirar fotos perfeitas dos seus filhos com iPhone

E mais: Aplicativo para criar fotos com texto e desenhos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *