Casamentos Casa & Decor 15 anos

Navegue como ou

Cuidado com as fotos de seus filhos postadas na internet

CLICK-DE-MAE-POR-ALINE-INAGAKI-CABECARIO

Nossos filhos são lindos e dá vontade de mostrá-los para todo mundo o tempo todo! Cada carinha, cada momento, cada gracinha… Como mãe é mãe, achei importante postar aqui alguns cuidados que podem ajudar a prevenir problemas com as fotos dos pequenos.

E por problemas, eu entendo desde olho gordo (rsrsrs… tem quem acredite!) até uso indevido de imagem em sites, blogs ou mesmo propagandas.

cuidado-com-as-fotos-seu-filho-internet-02

1. Evite postar fotos em alta resolução: Quanto melhor a resolução, mais fácil de manipulá-la em programas como Photoshop. Há quem procure fotos na internet para fazer folders, panfletos etc. Por isso, evite se não quiser correr o risco de ver seu filho por aí provendo algo que você não gosta ou com o que não concorda.

2. Nunca poste fotos de outras pessoas sem pedir autorização: Pode ser que a pessoa não queira se expor ou se sinta constrangida… Em última instância, isso pode gerar um problemão relacionado ao direito de uso de imagem, ainda que a autoria da foto seja sua, com o consentimento da pessoa.

3. Restrinja a visualização das fotos: Em redes sociais você tem como restringir quem pode ver o quê e que ações cada um pode tomar em relação a suas fotos. No Facebook, por exemplo, é possível classificar seus amigos em grupos e autorizar a visualização por apenas alguns grupos. É possível também desabilitar a função de compartilhamento, de forma que as pessoas não consigam compartilhar suas fotos com quem você não deseja ou não conhece. Além disso, é possível proibir que se faça download da imagem ou o famoso “copiar-e-colar”. O Flickr, por exemplo, tem essa opção.

4. Não faça upload de fotos em sites e comunidades que você tenha alguma dúvida sobre a procedência: Não é bom nem imaginar seus filhos indo parar em sites de pornografia infantil ou coisas hediondas do tipo!

5. Não ceda direitos de uso de suas fotos a ninguém: A não ser que esteja ciente do que será feito com essas fotos uma vez que você os ceda. Saiba também que direito autoral (quem fez a foto) e direito de uso da imagem (quem está na foto) são coisas diferentes. Para dar um exemplo, eu jamais posto fotos de cliente no meu blog ou site sem pedir uma autorização por escrito especificando qual foto, como e onde será usada e por quanto tempo.

6. Tome muito cuidado com termos de adesão de sites, comunidades e de concursos de fotografia: Assinar um documento desses (ou aceitar online) pode significar que você autoriza que aquela foto seja usada como os donos do site ou do concurso bem entenderem, inclusive para promover produtos. Leia tudo antes de dar “ok” e esteja ciente do que está ou não autorizando.

Mesmo com todas essas precauções, a maldade e a malandragem sempre existem, infelizmente. Mas, de qualquer forma, nós fazemos o que estiver ao alcance para nos proteger, certo?

Aline Inagaki é mãe do João Felipe e fotógrafa com foco no registro de famílias, gestantes e crianças. Aqui, ela divide seus conhecimentos técnicos e dá dicas de como fazer os melhores clicks no dia a dia com as crianças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *