Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Antibiótico faz mal para os dentes das crianças?

dentinho-de-leite-coluna

A ideia de que antibiótico faz mal para os dentes é bastante difundida entre todos, principalmente entre as mamães, porém trate-se, pelo menos em parte, de um mito!

Existe apenas um grupo de antibiótico que interfere diretamente com a saúde dos dentes, são as tetraciclinas. Quando administrada, a tetraciclina pode se depositar nos dentes permanentes da criança que, apesar de ainda não terem nascido, já estão em formação, alterando sua cor. Assim, conforme estes dentes aparecem na boca, nos deparamos com manchas acastanhadas ou escurecidas. Essa pigmentação se dá por via sistêmica, ou seja, a substância entra em contato na corrente sanguínea após o antibiótico ser ingerido e chega até os ossos maxilares, onde os dentes permanentes estão se formando. Por esse motivo, apenas os dentes permanentes são afetados, não os de leite, que já se formaram. Mesmo assim, é necessário que a tetraciclina seja administrada em grande quantidade e alta frequência para que isso aconteça.

antibiotico-faz-mal-dentes-criancas-1

Assim, as tetraciclinas nunca são receitadas por médicos ou dentistas na fase da vida em que os dentes permanentes estão se formando (que vai de 0 a 11 anos, aproximadamente). Depois desta fase, nem mesmo as tetraciclinas causam algum problema.

Os outros grupos de antibióticos não interferem em nada com a saúde dos dentes de leite ou permanentes, podendo ser utilizados com tranquilidade. Sendo assim, não há sentido nenhum pensar que os dentes do seu filho ficaram “fracos” pelo fato de ele ter tomado antibiótico quando bebê.

O que pode acontecer é que quando os antibióticos são formulados em solução ou xarope para serem administrados às crianças, é adicionada alguma forma de açúcar para deixar o sabor mais adocicado e facilitar a ingestão. Aí sim eles podem trazer problemas se utilizados com alta frequência pelas crianças, mas não pelo antibiótico em si, e sim pelo açúcar, que é de fato o grande vilão!

Portanto, vale o cuidado: apesar deste conhecimento ser bem difundido entre pediatras e odontopediatras, confira sempre qual tipo de antibiótico está sendo receitado para os pequenos!

Dra. Camila Guglielmi é graduada em odontologia. Especialista, Mestre e Doutora em odontopediatria pela Universidade de São Paulo (USP),  atua em consultório junto à Clínica Biella Odontologia. Aqui, ela abordará mitos e verdades sobre a dentição das crianças e responderá as principais dúvidas das mães.

2 Comentários

  1. Marina 2 de junho de 2015

    O dentista da minha filha sempre diz que o que causa prejuízo aos dentes é a febre alta e não o antibiótico!

    • Dra Camila Guglielmi 11 de junho de 2015

      Ele tem razão Marina! A febre sim pode prejudicar os dentes que ainda estão em formação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *