Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Antena de mãe

Navegue como ou

Os cosméticos permitidos e proibidos durante a gravidez

Os cuidados com higiene e hidratação da pele podem (- devem) continuar normalmente durante a gravidez. As ressalvas para o período ficam por conta dos cosméticos escolhidos. Para tirar as dúvidas e entender quais as opções liberadas para serem utilizadas na gestação, conversamos com o dermatologista da maternidade Pro Matre Paulista, Jayme Oliveira Filho. Vem ver as dicas do médico. Por definição, os produtos cosméticos e de higiene corporal são substâncias que se destinam a limpar, perfumar, proteger, manter em bom estado, corrigir os odores corporais e modificar o aspecto exterior. Jayme explica que em primeiro lugar, a gestante deve seguir a orientação dermatológica de seu médico para manter-se protegida e hidratada e para minimizar os efeitos fisiológicos oriundos da gestação. “É importante que a grávida tenha cuidado com o uso tópico de ácido retinóico, ácido salicílico, ureia acima de 3%, formol e outros que não são cosméticos”, conta Jayme. O mau uso destes produtos pode acarretar problemas para a gestante e para o feto. Em casos extremos, pode ocorrer má formação fetal e indução de alguns tumores até malignos. “Embora bem raros, é preciso ficar atenta”, ressalta. Sobre o cabelo, o ideal é evitar tinturas e descolorações. “Elas até podem ser realizadas desde que o obstetra não contra indique por algum motivo. Caso a gestante opte por realizar químicas nos cabelos, o ideal é aguardar os três primeiros meses e aplicar o produto longe da raiz”. O médico afirma que as tinturas mais seguras são os tonalizantes e os cosméticos de uso geral. “Se forem classificados como cosméticos e/ou dermocosméticos...
Leia mais

Blog com looks para mães e filhas estilosas

Ano passado, a sempre antenada Ale Garattoni indicou um blog que comecei a acompanhar e me apaixonei! É o Scout The City, que mostra o lifestyle de Sai de Silva e da pequena London Scout. Mãe e filha esbanjam estilo pelas ruas de Nova York! Elas estão sempre combinando de alguma maneira, o que acho uma graça! Não sei se a London já escolhe as próprias roupas ou se Sai que pensa nos looks, mas seja como for, a impressão que dá é de que a pequena se diverte com a moda, sem nunca perder o ar infantil. Eu simplesmente AMO os lookinhos dela! Ah, e os penteadinhos tanbém merecem toda atenção! Em seu canal no Youtube, Sai de Silva fez alguns tutoriais de penteados para meninas de cabelos cacheados que são super legais! *Como Sai está grávida do segundo filho, agora também tem uma série de posts com ideias de looks com barrigão! ;) Veja também: Mães criam aplicativo com emojis sobre maternidade E mais: Uber de babás promete facilitar a vida dos...
Leia mais

Como e quando esterilizar chupetas e mamadeiras

A Sociedade Brasileira de Pediatria não recomenda o uso de chupetas e mamadeiras, alertando que as mães que não tenham condições de amamentar seus filhos devem recorrer aos copos desde cedo. No entanto, elas ainda são itens muito utilizados em casa. Para os pais que recorrem a elas, cuidados com higiene e esterilização são importantes em cada fase dos bebês e crianças. Para entender cada processo, conversamos com médica pediatra dra. Gabriela Ochoa. Vem ver: QUAL A FORMA CORRETA DE HIGIENIZAR E ESTERILIZAR? Limpeza e esterilização são procedimentos diferentes! A limpeza se destina à remoção de resíduos e pode ser feita com água corrente, sabão neutro e escovas próprias para a higienização. Já a esterilização tem como objetivo a eliminação de germes e bactérias, e pode ser feita de duas maneiras: Forma convencional: coloque água para ferver em uma panela. Em seguida, os itens a serem esterilizados (bicos de mamadeira e chupetas; recipientes de mamadeira...), de forma que fiquem totalmente cobertos. Deixe ferver por, pelo menos, 5 minutos. Os objetos devem ser colocados para secar naturalmente sobre um pano limpo. Certifique-se que o objeto resfriou completamente antes de dar para o bebê. Esse processo de fervura também pode ser feito com recipiente de vidro no microondas. Esterilizador elétrico: é um aparelho próprio para esterilizar os utensílios por meio do vapor quente. Deve-se seguir as recomendações do fabricante. A vantagem desses esterilizadores é a praticidade e a conservação dos objetos, já que ele desgasta menos, prolongando a vida útil. TODA VEZ QUE FOR UTILIZAR A MAMADEIRA É PRECISO ESTERILIZAR? Não. Antes do...
Leia mais

Exame de trombofilia para mulheres pelo SUS agora é lei em SP

Começou a vigorar em São Paulo a lei 16.599, que garante a toda mulher o direito a fazer o exame que detecta a trombofilia pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Trombofilias são alterações da coagulação que resultam em risco aumentado para trombose (obstrução de algum vaso do corpo por coágulo). As trombofilias podem ser hereditárias, em que a mulher já nasce com a alteração genética que predispõe a trombose, ou adquiridas, nas quais o organismo da mulher desenvolve anticorpos associados à ocorrência desses fenômenos”, explica o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez. Para entender melhor o que a nova regra traz de benefícios, quem são as mulheres do grupo de risco e como diminuir as chances de trombose, veja as considerações do dr. Wagner. A TROMBOFILIA APRESENTA SINTOMAS PRÉVIOS QUE ALERTAM PARA O RISCO? As trombofilias não apresentam sintomas. Os sintomas são consequências das tromboses decorrentes das trombofilias. Nesses casos, dependerão da parte do corpo acometida. Devido à obstrução da veia por coágulos, geralmente os sintomas serão de inchaço, dor e vermelhidão no local da trombose. EXISTEM FATORES QUE PODEM PIORAR O QUADRO? Existem fatores que aumentam o risco de trombose e que, se associados, podem precipitar a formação dos coágulos nas veias. Os mais importantes são: Obesidade Tabagismo Mulheres acima dos 35 anos Imobilização prolongada por cirurgia ou trauma Uso de alguns hormônios para anticoncepção ou reposição hormonal Gravidez Pós-parto COMO SE DETECTA A TROMBOFILIA? A suspeita de trombofilia deve ser sempre realizada em mulheres com antecedente pessoal ou familiar (em primeiro...
Leia mais

Cuidados para não perder seu filho na praia e o que fazer caso aconteça

Aproveitar o dia na praia é uma delícia e faz a alegria dos pequenos (e de muitos adultos). O passeio é uma ótima pedida para os dias de verão, principalmente nas férias escolares. Porém, as altas temperaturas são um alerta para os pais. Praias de Norte a Sul do país ficam lotadas e tomar cuidado e medidas de segurança são essências para nenhum pequeno se perder. Para te ajudar, reunimos as orientações tanto da polícia, quanto do projeto Anjos do Verão, que atua há 10 anos vem ajudando pais e filhos que se desencontraram. PULSEIRA DE IDENTIFICAÇÃO Muitas praias possuem postos oficiais e projetos sociais que distribuem pulseiras de identificação, então vale a pena conferir se o seu destino é um deles. Mas se quiser se prevenir antes mesmo de chegar, opte por comprar os modelos que são a prova d’água. E na identificação não esqueça de nome completo da criança, nome dos pais e telefone de contato. PONTO DE ENCONTRO Antes de começar a diversão, reúna toda a família e estipule um ponto de encontro. Prefira espaços fixos, como prédios, lanchonetes e postos policiais. As barracas de praia, a cadeira do bombeiro ou o sorveteiro podem se movimentar ao longo do dia. Outra dica é preferir os lugares que tenham alguma cor diferente, ou mesmo um nome que os pequenos possam lembrar com facilidade. APRESENTE AS PESSOAS QUE PODERÃO AJUDAR SEU FILHO Familiarize seu filho com as pessoas e o ambiente que ele está. Assim que chegarem na praia, leve-o para conhecer o salva-vidas, apresente, caso tenha próximo a...
Leia mais

5 marcas de protetor solar são reprovadas em teste de qualidade

Atenção pais, seus filhos podem estar em perigo! A Proteste Associação de Consumidores testou 10 marcas de protetor solar facial e, para surpresa, cinco delas não passaram no teste de qualidade. Sundown, L’Oreal, ROC, Sunmax e La Roche Posay apresentaram o fator de proteção solar (FPS) menor do que o indicado na embalagem. Dentre os rótulos, a La Roche Posay foi a mais crítica: FPS 42% menor do que o informado. A reprovação se deu pelo fato de que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) permite uma variação de até 17% em relação ao que é prometido, o que não aconteceu com as marcas citadas. Ainda no teste, a proteção UVA foi avaliada, e segundo normas da Anvisa de 2012, um terço do FPS precisa ser cumprido. Neste teste, a L’Oreal ficou em último lugar. O produto tem apenas 26% do FPS apresentado no rótulo ao invés dos 33% exigidos para UVA. Para entender a importância, os raios UVA são os responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele. Já o FPS está associado a capacidade dos protetores de filtrarem a radiação do tipo UVB, que pode causar vermelhidão, queimaduras e câncer de pele. OS APROVADOS!  A boa notícias é que outros passaram no teste. Cenoura & Bronze, Natura e Nivea Sun  foram aprovados como boa qualidade. Já Boticário e Cetaphil estão entre os classificados com média qualidade. PUNIÇÃO  Como punição, a Protese reivindicou que as fabricantes corrijam os rótulos e façam recall dos produtos, este último item será cobrado pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). O POSICIONAMENTO DA L'ORÉAL  "A L’Oréal refuta, de forma...
Leia mais

Dicas para montar a mala de maternidade com Maries Robe de Nuit

Arrumar a mala de maternidade pode parecer difícil para algumas mães de primeira viagem. Saber o que precisa de fato levar e as quantidades certas nem sempre são tão óbvias. Se preparar para não esquecer nada, bem como estar pronta para receber as visitas é fundamental. Para esclarecer algumas dúvidas e pegar dicas valiosas, fomos à loja Maries Robe de Nuit, no shopping Iguatemi, em São Paulo, para conversar com Cristiana e Paula Trussardi, dupla à frente da marca especializada em pijamas de maternidade para mães combinando com a roupinha do bebê.  Vem ver o que elas nos contaram: O QUE TODA GRÁVIDA PRECISA SABER NESTE MOMENTO?  "O momento da maternidade é mágico, mas ao mesmo tempo delicado para a mãe. Ela acaba de passar pelo parto, é tudo novo e ainda há a premissa de que vai receber os familiares e amigos próximos para conhecer o bebê. A gente acredita que o conforto das roupas de maternidade da mãe do bebê é fundamental, mas é importante pensar em peças elegantes e delicadas, afinal, é ali que vai começar o álbum de família. A primeira foto é eterna e a mãe vai querer estar linda." QUANTO TEMPO ANTES VOCÊS RECOMENDAM DEIXAR A MALA PRONTA?  "Assim que passar o enjoo, a gente já recomenda deixar tudo pronto. rs! Primeiro, porque não dá para saber se seu bebê vai querer vir antes do previsto. E segundo, porque nos últimos meses é comum o cansaço bater mais forte." O QUE NÃO PODE FALTAR? Para a mãe: "Normalmente são três dias de maternidade. Então...
Leia mais

Tudo o que você precisa saber sobre o teste de gravidez

Toda mulher que está tentando engravidar ou quer descobrir se chegou o seu dia de ser mãe recorre ao teste de gravidez. Porém, as inúmeras marcas e modelos existentes nas farmácia deixam muitas na dúvida. Será que todos são bons? Será que há diferença entre as marcas? Para esclarecer estas e outras questões frequentes, conversamos com o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez. Vem ver o que ele explicou: - EXISTE DIFERENÇA ENTRE TESTES DE GRAVIDEZ DE FARMÁCIA? A grande diferença entre os testes de farmácia é a sensibilidade de cada marca. Algumas conseguem detectar o hormônio da gravidez, conhecido como beta-hCG, com menores concentrações na urina. Isso faz com que alguns exames apontem a gravidez mais cedo que outros, até mesmo antes do atraso menstrual. - POR QUE ALGUMAS MULHERES SÓ CONSEGUEM O RESULTADO POSITIVO APÓS FAZER TESTES DE DIFERENTES MARCAS? Algumas vezes isso pode acontecer pelo simples fato de a mulher ficar em dúvida na interpretação do exame. Atualmente, em alguns testes já aparece graficamente se a mulher está grávida ou não, e até dão uma ideia do tempo de gestação, eliminando a dúvida do resultado. Além disso, os diversos exames de farmácia detectam quantidades variáveis do hormônio na urina. Isso pode levar a resultados diferentes entre eles. - QUAIS OS TESTES MAIS EFICIENTES E INDICADOS? Isso dependerá da ansiedade da mulher. Se ela aguardar o atraso menstrual, isso aumentará a sensibilidade dos testes, pois há maior quantidade de hormônio na urina. Nesses casos, pode-se obter quase 100% de certeza. Se...
Leia mais

Descubra o que pode cortar o efeito da pílula anticoncepcional

No último No Ninho de trigêmeos que publicamos no site, a mãe Juliana nos contou que engravidou após o uso de medicamentos pós-cirúrgicos cortar o efeito da pílula anticoncepcional. Para entender melhor o que pode cortar o efeito da pílula anticoncepcional, conversamos com o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez. Vem ver os cuidados que ele ressalta para quem não planeja uma gravidez neste momento: - É VERDADE QUE ANTI-INFLAMATÓRIO CORTA O EFEITO DA PÍLULA? ALGUM OUTRO MEDICAMENTO TEM ESTE PODER? O anti-inflamatório não corta o efeito da pílula pelo que demostram estudos, tanto que não constam nas bulas dos anticoncepcionais um alerta específico. O que pode acontecer é que o uso de muitos medicamentos podem levar a vômitos e diarréia e isto indiretamente levar a perda do efeito do anticoncepcional. Outra situação comum é a paciente confundir os antinflamatórios com anticovulsivantes ou antibióticos que são medicamentos que podem reduzir o efeito da pílula. - O QUE PODE INIBIR OU CORTAR O EFEITO DA PÍLULA ANTICONCEPCIONAL? O metabolização da pílula acontece pelo fígado e medicamentos que alteram algumas enzimas hepáticas podem diminuir ou cortar o efeito da pílula. Os principais medicamentos que colocam as usuárias de pílulas em risco de uma gravidez indesejada são os anticonvulsivantes (Fenobarbital, Carbamazepina, Basrabitúricos, etc). Vale lembrar que o Topiramato é um anticonvulsivante muito utilizado para emagrecimento e que este também pode interferir no efeito do anticoncepcional. O único antibiótico que comprovadamente diminui a eficácia da pílula é a Rifampicina. Todos os outros antibióticos não tem comprovação científica, porém...
Leia mais

Mães criam aplicativo com emojis sobre maternidade

Palavras não foram suficientes para expressar os sentimentos de um grupo de grávidas e mães norte-americanas. Sarah Robinson, Hannah Hudson e Natalie Ralston queriam algo a mais para exemplificar, através do celular, sua situação naquele momento. E foi ai que nasceu o EmojiMom, um aplicativo que reúne diversos emojis sobre maternidade. A ideia é que as mães e futuras mamães possam compartilhar seus sentimentos através de imagens. Em entrevista ao jornal The Huffington Post, Sarah Robinson contou como surgiu a ideia. “Um dia, estava me aprontando para o trabalho – era um dos primeiros dias depois do fim da licença- maternidade - e meu bebê fez xixi na roupa que eu ia trabalhar. Foi um momento tão engraçado e, ao mesmo tempo, me deu vontade de chorar. Mandei uma mensagem contando para a Hannah e a Natalie e dissemos, ‘Sério, tinha que existir um emoji para esse sentimento!’. Então decidimos inventar esse emoji que sentíamos falta." Porém, Sarah ressalta uma função além da diversão para o aplicativo. “Ter um bebê pode ser solitário, em parte porque muitos temas da maternidade ainda são um tabu. Queremos ajudar as gestantes e as mães a se conectarem umas com as outras. Afinal, quando você é mãe de primeira viagem, trocar mensagens é mais do que apenas diversão – geralmente é sua corda salva-vidas”, contou ela ao jornal. E daí, foi só reunir as alegrias e dilemas do dia a dia. Ao todo são 250 emojis que retratam desde os enjoos da gravidez, passando pelo ultrassom e chegando ao desafio de tirar o bebê da fralda e...
Leia mais

Uber de babás: aplicativo promete facilitar a vida dos pais

Após o nascimento das duas filhas, Taric Andrade e Luciana Pereira começaram a sentir falta de poderem sair apenas os dois para se divertir e namorar. O medo de contratar uma babá sem indicação ou qualificação os fizeram a criar um aplicativo, que segundo eles, promete ser o Uber de babás. A ideia do Click Babá é que ao fazer a solicitação, todas as babás próximas ou disponíveis possam se candidatar para a vaga. E foi através do aplicativo e indicação de amigos, que a publicitária Virgínia Patrocínio, mãe da Sabrina, 5 anos, e Gabriel, 3 anos, fez sua primeira chamada. “A principio fiquei com medo, mas ajudou saber que se tratava de educadoras com formação”, conta ela, que hoje virou cliente. “Me surpreendeu em diversos aspectos. Entrei em contato com a babysitter por WhatsApp para confirmar o horário e ela foi super simpática e atenciosa. Quando chegou, pediu que eu respondesse um formulário, para registrar a rotina das crianças e as regras da casa, o que me tranquilizou ainda mais. Além disso, ela me passou uma agenda com as atividades que iria realizar com eles no período contratado e fiquei bem mais tranquila, em saber que eles passariam uma tarde agradável com uma programação adequada.” Para entender melhor como funciona e quem são as profissionais cadastradas, batemos um papo com Luciana. Vem ver o que ela explica: Como surgiu a ideia do Click Babá? A ideia do Click Babá surgiu ainda em 2014, após uma necessidade pessoal que tivemos. Queríamos ir ao cinema e não tínhamos com quem deixar nossas filhas, à...
Leia mais

Os benefícios da shantala para o bebê

Quando fizemos o No Ninho com a Livia Colucci, da WhiteHall, ela nos contou que o presente que mais gostou de receber foi um curso de shantala, da Shantala Neles. A gente achou curiosa a lembrança, e foi conversar com a professora Patricia Lomonaco, para entender melhor o que é a shantala, como funciona e os benefícios para os bebês. Vem ver as explicações dela: O QUE É A SHANTALA E PARA O QUE ELA SERVE? A Shantala é uma massagem feita por pais em seus bebês. Trata-se de uma massagem indiana muito antiga que foi divulgada no ocidente por um médico francês na década de 1970. Esta tem vários benefícios: melhora cólica e alivia os gases, melhora qualidade do sono, alonga, fortalece o sistema imunológico, proporciona consciência corporal e aumenta o vínculo dos pais com o bebê. QUALQUER PESSOA PODE PRATICAR A TÉCNICA? Na teoria qualquer pessoa pode shantalar um bebê, entretanto, sempre mais gostoso que eles recebam dos pais. Como disse acima, este momento aumenta o vínculo, é um momento de intimidade, troca profunda de olhares, risadas, falas... É uma oportunidade de conhecer melhor este bebê, suas preferências e características, tudo através da linguagem corporal. QUALQUER BEBÊ PODE RECEBER A SHANTALA? A PARTIR DE QUANTO TEMPO É RECOMENDADO E ATÉ QUE IDADE? De maneira geral, os bebês que nascem com mais de 37 semanas podem receber a massagem depois de 30 dias. Saibam que 15 minutos de massagem para um bebê com esta idade é bastante coisa, então deve ser introduzido aos pouquinhos, para que o pequeno vá...
Leia mais

A importância do pré-natal e os exames obrigatórios

A gestação é um momento de muitas mudanças para a mamãe. Sejam físicas ou emocionais, as transformações precisam de um acompanhamento médico. E é ai que começa o pré-natal. A rotina de visitas ao médico e realizações de exames não é apenas para verificar a saúde do bebê, mas também para contribuir para que a gestante possa dar à luz uma criança saudável preservando sua saúde do começo ao fim da gravidez. Para entender melhor a importância do pré-natal, conversamos com o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez, que explicou cada etapa e os exames obrigatórios. Vem ver: QUANDO DEVE COMEÇAR O PRÉ-NATAL?  Idealmente deveria começar com uma consulta pré-concepcional, na qual o obstetra procura identificar problemas e fatores de risco que possam ser corrigidos antes mesmo da gravidez acontecer. Infelizmente, nem todas as mulheres tem acesso a este tipo de consulta e neste caso o pré-natal deve ser iniciado tão cedo ela perceba que está gestante. QUANTAS CONSULTAS SÃO RECOMENDADAS?  O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde preconizam pelo menos 6 consultas de pré-natal para considerar que uma mulher tenha tido uma assistência adequada. Geralmente, indicamos que a mulher tenha uma consulta por mês até o sétimo ou oitavo mês. A partir daí, uma consulta quinzenal até o nono mês, quando as consultas passam a ser semanais. Desta maneira, se considerarmos uma mulher que iniciou seu pré-natal com 6 semanas de gravidez ela deveria ter em média de 10 a 12 consultas. QUAIS OS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS/AÇÕES DO PRIMEIRO TRIMESTRE DA GRAVIDEZ? ...
Leia mais

Incompatibilidade sanguínea: descubra se você e seu bebê correm este risco

Existem dois tipos de incompatibilidade sanguínea. A ABO, quando a mãe tem o tipo sanguíneo A e o bebê B; mãe B e o bebê A; mãe O e o bebê A; ou mãe B e o bebê AB. Já a outra incompatibilidade está ligada ou fator Rh, e é a mais grave. Ela ocorre quando a mãe tem o Rh negativo e o bebê Rh positivo. Neste caso, o organismo da mulher começa a produzir anticorpos anti-Rh para tentar destruir o agente Rh do feto, considerado um "intruso". Para entender como isto ocorre, as precauções e riscos para a gestante e bebê, conversamos com o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez. POR QUE OCORRE INCOMPATIBILIDADE SANGUÍNEA?  Durante a gravidez e parto, existe contato do sangue fetal e materno. Este contato quando ocorre entre mães e bebês que tem tipos de sangue diferentes, podem deflagrar uma reação imunológica (como em uma pessoa que recebe um transplante de órgão e o rejeita). Felizmente este problema só ocorre em mulheres que tem o tipo de sangue negativo e o pai do bebê sangue positivo, o que permite que o feto tenha o sangue positivo também. Nesta situação, grávidas com o sangue negativo podem reconhecer as hemácias (células do sangue responsáveis por carregar o oxigênio para os órgãos) positivas do seu bebê como um “intruso” e neste momento o sistema imunológico pode aprender a fazer células para destruir este invasor. QUAIS OS RISCOS PARA A GESTANTE?  Para a gestante, não há riscos. Os riscos são exclusivamente para o...
Leia mais

Doação de leite: mitos e verdades

Assistindo ao programa “Fantástico”, da Globo, desse domingo, vimos a história da Sofia e o quão importante foi para ela receber doações de leite materno. E, depois de algumas sessões de No Ninho que fizemos, percebemos que muitas mamães encontraram dificuldades ou falta de informações para doar. Pensando nisso, lemos bastante sobre o assunto, perguntamos para quem já doou e reunimos em um tira-dúvidas as principais questões e procedimentos para você também conseguir realizar a doação de leite materno sem problema. Vem ver: A DOAÇÃO PODE INTERFERIR NA AMAMENTAÇÃO DO MEU FILHO?  MITO - Pelo contrário. A verdade é que, quanto mais a mãe estimular a produção do leite, mais ela o terá. Assim que a mama é esvaziada, o corpo recebe um sinal para preparar mais. A retirada para doação é uma forma de estímulo e, dessa forma, não faltará para o bebê. O PRAZO DE DOAÇÃO É DE 24H APÓS A RETIRADA?  MITO - O prazo para doar o leite é de 10 dias, contando a partir da primeira retirada. O importante é colocar o pote com o leite no freezer ou no congelador logo depois que tirá-lo. E não esqueça de colocar a data e o horário na tampa para ter certeza de que o doará no prazo correto. HÁ UMA QUANTIDADE MÍNIMA DE LEITE PARA SER DOADO?  MITO – Qualquer quantidade doada é relevante para bebês que estão em UTIs. Um litro de leite materno pode alimentar por um dia até 10 recém-nascidos prematuros. MEU LEITE PODE SER FRACO PARA ALGUM BEBÊ?  MITO - Nenhum...
Leia mais

Como evitar câimbra na gravidez

A câimbra na gravidez é comum e atinge a grande maioria das gestantes. A contração da fibra muscular dói, e muito! Geralmente, ocorre pelo excesso de exercícios físicos ou devido à ausência de sais minerais no organismo. E como o corpo da grávida está em constante transformação, principalmente na reta final dos nove meses, é quase que certo que o problema apareça. Pensando nisso, conversamos com o médico e mestre em obstetrícia e ginecologia pela USP Dr. Wagner Hernandez, que deu boas dicas para se prevenir. Vem ver: POR QUE A INCIDÊNCIA DE CÂIMBRA É ALTA NA GRAVIDEZ?  Até agora não temos uma resposta exata. Existem diversas possíveis causas para este incomodo tão grande que acomete muitas gestantes, especialmente na segunda metade da gravidez. Acreditamos que as principais causas se devam a sobrecarga que os músculos são submetidos durante a gravidez, devido ao aumento de peso e mudança de postura com o passar da gestação. Falta de vitaminas e não estar bem hidratada também pode estar relacionados. EXISTE ALGUM ALIMENTO, POSIÇÃO OU ATO DA GESTANTE QUE PROPICIA O SURGIMENTO?  Gestantes sedentárias e que apresentem um ganho de peso excessivo, costumam ter uma tendência maior de apresentar câimbras. Exagerar também no esforço físico não é uma boa, por isso a gestante deve sempre respeitar seus limites. QUAL A MELHOR FORMA DE PREVENIR?  A melhor estratégia de prevenção é manter um bom alongamento, estar bem condicionada, manter uma boa alimentação e estar sempre bem hidratada. Usar calçados confortáveis ajudam e evitar o salto alto pode fazer a diferença. ALIMENTAÇÃO INTERFERE NESTE CASO?  Uma...
Leia mais

Os nomes de bebês mais populares no Brasil

Já repararam que existe moda de nomes de bebês? Dependendo da época alguns nomes estão mais em alta do que outros. Quando eu era criança, tinha muita Camila, Carolina, Juliana e Mariana na minha classe! De uns tempos para cá, comecei a reparar nos nomes mais comuns entre as festinhas que postamos aqui no blog e pelas minhas amigas e conhecidas que estão tendo bebês. Tenho visto com freqüência: MENINAS: Olivia, Sofia, Isabella, Valentina, Alice e Stella MENINOS: Antonio, Bernardo, Benjamin, Miguel, Lucca e Teo Claro que a minha amostragem é pequena e apenas uma percepção, não se trata de uma pesquisa. Por isso, achei interessante divulgar a pesquisa de nomes que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) fez recentemente. Segundo o levantamento, Maria lidera a lista dos nomes mais comuns com mais de 11,7 milhões ocorrências, enquanto José aparece em seguida com cerca de 5,7 milhões registros. O estudo tem como base o Censo Demográfico de 2010, que considera em torno de 200 milhões de habitantes com mais de 130 mil nomes diferentes. Além de Maria, estão na lista Ana, Francisca e Antonia. Já no time dos meninos, os prediletos depois de José são: João, Antonio e Francisco. Dá uma olhada na lista: Os nomes mais comuns no Brasil 1º Maria 2º José 3º Ana 4º João 5º Antonio 6º Francisco 7º Carlos 8º Paulo 9º Pedro 10º Lucas Os nomes mais comuns de meninas 1º Maria 2º Ana 3º Francisca 4º Antonia 5º Adriana 6º Juliana 7º Márcia 8º Fernanda 9º Patrícia 10º Aline Os nomes mais comuns de meninos 1º José 2º João...
Leia mais

Spotify lança playlist para a hora do parto

Tem novidade para as grávidas que estão prestes dar à luz. Um obstetra inglês chamado Jacques Moritz decidiu fazer sua contribuição para este momento tão especial e, em parceria com o Spotify, criou uma playlist para a hora do parto. Em entrevista ao jornal britânico Daily News, o médico diz que 90% de seus pacientes contam com ajuda da música para encontrar conforto e força. "A música influencia fortemente o sistema límbico do nosso sistema nervoso central, que gerencia nossas memórias, emoções e como lidamos com o medo e a dor." E olha que máximo. A Birthing Playlist, como foi batizada, traz músicas para todas as etapas do trabalho de parto. Ou seja, começa com canções suaves e músicas com batidas fortes para a hora "H". "Além da ajuda emocional que a música pode trazer, os hospitais, especialmente as salas de parto, podem ter ruídos desconcertantes - uma boa lista de reprodução ajuda a distrair as mães destes sons e administrar melhor o medo e a dor, tendo uma experiência de entrega mais positiva", continua Jacques Moritz. E, ao final da entrevista, ele ainda deu dicas para as gestantes que querem montar suas próprias playlist: - Escolha músicas confortantes e familiares, para que você possa relaxar o máximo que puder. - Escolha algumas instrumentais, porque as letras podem ser uma distração quando você mais precisa se concentrar. - Abuse da quantidade de músicas. Monte a lista pensando, em média, em 5 horas - embora 10 horas seja melhor, especialmente para mães de primeira viagem. - A lista deve ser bonita e fazer você se...
Leia mais