Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Anjo da guarda - uma declaração de amor

POSH-MOMS-PATRICIA

No mês dos pais, queria compartilhar com todas vocês o texto incrível que o meu pai – Tom Fava – me mandou. O texto foi uma resposta ao meu email de Feliz Dia dos Pais, agradecendo todo o amor que ele transborda para nós; em especial pelo nosso pequeno Gui – que sempre nos causou mais preocupações por seu quadro delicado de saúde. Emocione-se.

pais

Patrícia,

Quando eu era pequeno, mais ou menos com a idade do Gui, minha vó ensinou-me as primeiras orações que logo depois eu repetia todas as noites, antes de dormir. A principal delas era para o meu Anjo da Guarda, que ela dizia estar ao meu lado todos os momentos de minha vida, fossem eles alegres ou tristes. Ela me convenceu da sua existência e da sua eterna proteção. Por isso mesmo, rezei por ele, e ainda rezo, todas as noites antes de dormir. Aliás, não consigo adormecer sem pedir ao meu anjo da guarda para que sempre nos guarde, nos governe e nos ilumine. O tempo passou mas a minha crença no anjo da guarda nunca se afastou de mim. Porém, sempre ficava uma dúvida em meu pensamento de que como seria ele. Imaginei, sonhei, realizei, tentei materializar a sua imagem, mas nunca consegui visualizar a sua forma, a sua figura, a sua verdadeira imagem.

Agora, quase 60 anos depois do meu primeiro contato com meu anjo da guarda, consegui, finalmente, vê-lo. Ele se materializou totalmente em minha frente, vivo, em carne e osso. Acredito que de tanto pensar nele e rezar por ele e para ele, Deus me privilegiou com a sua visão material e espiritual. Sim, filha, aquilo em que eu tanto acreditei, aquilo que eu sempre tive certeza de que sempre esteve ao meu lado, no silêncio, na alegria, na dor, na esperança, finalmente, apareceu. Apareceu na forma de uma criança que, assim como modificou a sua vida, modificou a minha também. É ele, o Guilherme, fruto do amor de você e do Marcello que veio para mostrar que a vida é feita de amor, de bondade, de tolerância, de paz. Ele é tudo isso! Esperei 60 anos para conhecê-lo e, agora, não tenho mais nenhuma dúvida quanto a sua existência. Ele tem, definitivamente, a forma de um anjo, a bondade de um anjo, o carinho de um anjo, o olhar de um anjo. Fique em paz, minha filha, a proteção do anjo da guarda está viva e dentro de sua própria casa. Não tenha receio do futuro porque ele estará sempre por perto nos guardando, nos protegendo e nos iluminando.

Agora você sabe a razão do meu amor pelo Guilherme.

Tom Fava

Patricia Fava é mãe do Guto, 9, e do Gui, 5. Além de ser a rainha do lar, Patricia também comanda a loja de bebês e crianças The Posh Little Store. Revezando-se com sua amiga e sócia, Débora Ortenblad, dividirá um pouco de suas experiências na maternidade aqui na coluna Posh Moms.

3 Comentários

  1. Rafaela 14 de agosto de 2014

    *-* que emocionante.. me identifiquei muito com a cartinha, mas no meu caso foi minha mãe.. e até hoje tenho o mesmo costume do anjo da guarda.

  2. Anna Anastassiadis 15 de agosto de 2014

    Pat, que lindo, me emocionei!

  3. Natasha 16 de agosto de 2014

    Que emocionante ler esse texto, obrigada por dividir ele conosco,
    beijos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *