Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

8 dúvidas comuns sobre sonambulismo

O sonambulismo, transtorno do sono que faz com que pessoas se movimentem ou falem enquanto dormem, costuma despertar muitas dúvidas. Mais comum do que parece, o distúrbio afeta cerca de 20% das crianças entre 3 e 10 anos. Segundo o Dr. Álvaro Pentagna, neurologista do Hospital e Maternidade São Luiz, “os pacientes sonâmbulos frequentemente melhoram com o avanço da idade, mas devem procurar ajuda de um especialista se o problema estiver causando medo e preocupação”. Abaixo, o especialista esclarece as principais dúvidas sobre o assunto:

1. O que é sonambulismo?

O sonambulismo é um tipo de parassonia e consiste em comportamentos não esperados ou desagradáveis durante o sono. No quadro, as funções motoras despertam, mas a consciência não, e assim a pessoa interage parcialmente com o ambiente, podendo se mexer muito, falar ou até perambular pela casa durante a noite.

2. Por que ocorre?

Pode ser hereditário, mas costuma ter algo que desencadeia – geralmente um barulho, um som ou um estímulo, levando a pessoa a se conectar parcialmente com o ambiente.

3. Em qual estágio do sono ocorre o sonambulismo?

Ocorre no estágio não-REM, na primeira das seis passagens noturnas do sono profundo. Na fase REM, os olhos se movimentam rápido e a musculatura relaxa, ficando mais flácida, justamente para não interagirmos com o sonho.

4. É verdade que não se pode acordar alguém durante o sonambulismo?

Mito. Na verdade, nessas situações o sonâmbulo pode ter um despertar muito confuso e agitado. O ideal é ir com calma, falar baixo e conduzir a pessoa calmamente até um lugar seguro.

5. A pessoa sonâmbula está sonhando?

A pessoa não está sonhando e não tem nenhuma memória quando acorda.

6. O sonâmbulo costuma acordar menos descansado?

Não. Os episódios de sonambulismo são breves e de frequência variável, dificilmente prejudicando a qualidade do sono.

7. É preciso procurar um médico?

Procurar um médico é importante apenas se o quadro estiver incomodando, causando medo ou colocando quem sofre de sonambulismo em situações de perigo.

8. Existe tratamento para sonambulismo?

Existem medicações, como antidepressivos e ansiolíticos que estabilizam o sono, mas que são recomendadas apenas em casos extremos. O melhor, segundo o especialista, é ficar atento à “higiene do sono” – estabelecer regras, como dormir sempre no mesmo horário e no mesmo local, buscar um ambiente sem barulho ou luminosidade e evitar qualquer fator que possa fragmentar o sono (uma TV ligada, por exemplo). De qualquer modo, o sonambulismo costuma melhorar naturalmente com o avanço da idade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *