Blog

5 livros para mães de primeira viagem

A chegada do bebê (principalmente se for o primeiro) significa uma grande transformação na vida dos pais. Por isso, selecionamos 5 livros que podem solucionar dúvidas e ajudar as mamães a lidar melhor com todas essas mudanças de forma tranqüila e proveitosa.

livros

A Encantadora de Bebês Resolve Todos os Seus Problemas (Ed. Manole)

Este foi um dos livros mais indicados pelas mamães quando falamos do “Manual de instruções do bebê“. Depois de lidar com mais de 5 mil crianças, a autora Tracy Hogg ensina, de forma bem-humorada, a administrar ataques de cólicas, saber se a criança comeu o suficiente, por que o bebê não dorme direito, entre outras questões que afligem os pais de primeira viagem.

Nana Nenê (Ed. Mundo Cristão)

O livro ensina às mamães um metódo eficaz de controlar o sono do bebê, estabelecendo uma rotina, além de dar dicas valiosas sobre alimentação.

A Bíblia do Bebê (Ed. CMS Editora)

Um verdadeiro compêndio com informações completas sobre a criação de filhos pequenos. Há ainda um guia mês a mês, com detalhes de como o bebê vai se desenvolver no decorrer dos três primeiros anos de vida.

O Bebê Mais Feliz do Pedaço (Ed. Planeta do Brasil)

O Dr. Harvey Karp fala sobre a teoria da extero-gestação e ensina as 5 maneiras de ativar o reflexo da calma no bebê. Tem livro e também um documentário em DVD.

E Agora, O Que Fazer? A Difícil Arte de Criar os Filhos (Agora Editora)

O pediatra Leonardo Posternak e a terapeuta familiar Magdalena Ramos dão dicas e orientações para inúmeras situações – desde explicar como é o desenvolvimento psicoemocional dos primeiros três anos de vida e as características de cada fase até o brincar e a escolaridade, passando por todos os pequenos problemas do dia-a-dia de uma criança.

*Mamães, vocês têm outras indicações de leitura? Contem pra gente nos comentários!

11 Comentários

  1. Shirley 18 de abril de 2012

    Vocês sabiam que há dois livros chamados Nana Nenê? Um é dos autores Gary Ezzo e Robert Buckman (o que foi indicado por vocês) e o outro é de Eduard Estivil e Sylvia de Béjar. Essa duplicidade de títulos acaba gerando muita confusão, mas garanto que ambos valem a pena serem lidos.
    O Nana Nenê do Eduard Estivil e da Sylvia de Béjar é da editora Martins Fontes. Super indico! Como o outro Nana Nenê, o foco dele é a criação de hábitos e de rotina.
    Mais dicas de livros no meu blog: http://macetesdemae.blogspot.com.br/2012/04/leitura-dicas-de-livros.html
    Shirley Hilgert

  2. Cegonha Trends 18 de abril de 2012

    Indico também o Soluções para Noites sem Choro, da ELizabeth Pantley!
    Bjs, Le

  3. Augusta 19 de abril de 2012

    Depende o tipo de mãe que cada mulher escolhe se tornar, ou que em seu intimo, já é!
    Eu particularmente acho um absurdo o livro Nana nenê, a Encantadora de bebês, e afins!!!!
    Os bebês precisam ser respeitados e ter sim suas necessidades atendendidas nos seus primeiros meses fora da barriga, imagem só, 9 meses aclentado, quentinho, sugando embalado e de repente….roupas, amamentação com horarios definidos, corpo separado do de sua mãe…não deve ser fácil, eu sou naturalista e antroposofica, então, pra mim, nada de dexar bebê chorando no berço, sou adepta a teoria do apego (seguro), que dá muito certo.
    Livros que pra mim fizeram a diferença:

    Os doze sentidos e os 7 processos vitais,
    A educaçnao da criança segundo a ciência espiritual,
    ambos Rudolf Steiner.

    A natureza anímica da criança, Carline Von Heydebran.

    Acredito que antes mesmo de se tornar mãe, as mulheres deveriam fazer uma profunda analise, se enxergar, e perceber que ser mãe é bem diferente de ter filhos, ser mãe é se entregar, e ai, livros “manuais de instruções” não existiriam, pois cada criança é um individuo, com gostos, caracteristicas proprias, não tem como generalizar.

  4. Leilane Leal Marinho 7 de agosto de 2013

    Isso! Laura Gutman e Soluções para noite sem choro.
    Destes, indico apenas o Bebê mais Feliz do Pedaço

    ABAIXO Nanâ Neném, ele é um absurdo!

  5. Tathyana 7 de agosto de 2013

    Indico muito A Maternidade e o encontro com a própria sombra, de Laura Gutman. Ela aborda as questões psicológicas do bebê, da mãe e da família.

  6. Thalita 7 de agosto de 2013

    Indico o Besame Mucho para quem não quer deixar a criança chorando.

  7. Flavia 9 de agosto de 2013

    Não sou naturalista mas concordo com o que a Augusta escreveu! Nana neném não deveria estar nesta lista.

  8. Adriana 14 de outubro de 2013

    Eu não sou naturalista, nem tampouco sigo alguma linha rigidamente. Mas sou pediatra e mãe. Li Segredos de uma encantadora de bebês e Soluções para noites sem choro. Fiz curso de preparo para o parto num espaço” radical” que defendia o parto normal e acusava os médicos quando se tratava de cesariana. Mas o que aprendi com isso tudo é que precisamos filtrar o que lemos e o que escutamos, ver os prós e contras de tudo e ver o que se adapta com nosso jeito de agir e pensar. Li e adorei o “Crianças francesas não fazem manha”. O que deu muito certo aqui em casa desde os primeiros dias de vida da minha filha foi ENTENDER A EXPRESSÃO CORPORAL. Isso sim fez toda a diferença.

  9. Emilly Almeida 20 de outubro de 2013

    - recomendo o livro minha gravidez e meu bebê .

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>