Casamentos Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

5 dúvidas sobre a escovação dos dentes das crianças

dentinho-de-leite-coluna

Olá, mamães!

Hoje vamos falar sobre escovação, um assunto tão importante e, às vezes, subestimado por algumas mães. É simples entender porque isso acontece, afinal a tarefa não é fácil. Além do mais… os dentes de leite não vão cair mesmo? Sim, porém os últimos dentes de leite só serão perdidos por volta dos 11 anos e todos eles têm importantes papéis na nutrição, fonação, crescimento e desenvolvimento dos ossos e músculos maxilares e servir de guia para o dente permanente. Além disso, os dentes de leite são bastante susceptíveis à cárie que, uma vez presente, pode ocasionar a mesma dor sentida pelo adulto. Então, vamos lá!

1. É necessário higienizar a cavidade oral do bebê que ainda não possui dentes?

Nesta fase ainda não há necessidade, pois as principais bactérias patogênicas (que causam doenças) só passam a habitar a boca do bebê quando os dentes aparecem. A saliva e o leite materno são suficientes para a proteção e limpeza da cavidade bucal. A partir dos 2 meses, no entanto, pode ser feita higienização com gaze e água filtrada ou com dedeiras apropriadas. A partir do nascimento dos primeiros dentes, já é indicada a higienização com escova de dente apropriada (cerdas macias e cabeça pequena), não sendo mais suficiente a dedeira para a remoção da placa bacteriana.

2. Os bebês que só mamam também precisam ter os dentes escovados?

Sim, tanto o leite materno quanto os complementos possuem em sua composição substâncias que capazes de provocar a doença cárie, apesar de seu importante papel no desenvolvimento do bebê.

duvidas-escovacao-dentes-bebe-criancas

3. Qual pasta deve ser utilizada?

Há algum tempo a pasta com flúor só era indicada a partir dos 6 anos de idade, mas atualmente este conceito está ultrapassado e a indicação é que se use a pasta com flúor desde o nascimento dos primeiros dentes. Isso porque seus benefícios superam em muito o eventual risco de fluorose (manchas esbranquiçadas que aparecem nos dentes permanentes), caso a criança venha a engolir continuamente creme dental com flúor. Mas para isso é necessário que ela seja usada da maneira correta: apenas uma vez ao dia e em quantidade igual a um grão de arroz, optando-se sempre por uma pasta com 1.100 ppm de flúor ou mais. Nas demais escovações ao longo do dia, pode ser usada pasta sem flúor.

4. Meu filho não me deixa escovar os dentes dele, o que eu faço?

A maioria deles não deixará mesmo! Dificilmente uma criança colaborará para que você escove os dentes dela da maneira correta. Isso porque a boca tem um papel muito importante na boca do bebê e a escovação irá sempre incomodá-lo. O importante é saber que a escovação não machuca, portanto, o choro está muito mais associado à manha do que a dor. Provavelmente ele vai chorar para cortar o cabelo, receber vacina, tomar remédio…todas estas atitudes que não podem ser descartadas. O Odontopediatra poderá orientar quanto ao posicionamento e técnicas ideais para a escovação do seu filho.

Dra. Camila Guglielmi é graduada em odontologia. Especialista, Mestre e Doutora em odontopediatria pela Universidade de São Paulo (USP),  atua em consultório junto à Clínica Biella Odontologia. Aqui, ela abordará mitos e verdades sobre a dentição das crianças e responderá as principais dúvidas das mães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *